Mercado fechará em 32 mins
  • BOVESPA

    109.718,12
    +2.339,20 (+2,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.795,39
    +528,19 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,96
    +1,90 (+4,41%)
     
  • OURO

    1.804,50
    -33,30 (-1,81%)
     
  • BTC-USD

    19.123,44
    +671,47 (+3,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,33
    +9,58 (+2,59%)
     
  • S&P500

    3.630,17
    +52,58 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    30.034,59
    +443,32 (+1,50%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.050,00
    +144,75 (+1,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3870
    -0,0533 (-0,83%)
     

Sistema do Google rival do WhatsApp, RCS é lançado globalmente

Rubens Eishima
·2 minuto de leitura

Após quase três anos de testes, o Google finalmente disponibilizou globalmente o serviço de mensagens RCS para o sistema Android. O padrão é uma das propostas para substituir o SMS, oferecendo recursos semelhantes ao de apps como WhatsApp e Telegram.

O serviço já estava disponível no Brasil para as principais operadoras nacionais, além de alguns outros países. O RCS não desconta da franquia de dados do usuário, e depende da liberação do recurso por parte das operadoras.

Para usar o recurso, é preciso ter o aplicativo Mensagens (Android) instalado no celular, app que também é compatível com o SMS tradicional, além do padrão MMS (para multimídia).

Tipo o “Zap”

O RCS (Rich Communication Services) é apresentado como uma evolução do SMS, oferecendo recursos de multimídia como envio de fotos e vídeos em alta qualidade, reações, conversas em grupo e, claro, emojis.

O protocolo é semelhante a aplicativos como o WhatsApp e Facebook Messenger. Assim como os rivais, o RCS já chega com criptografia de ponta a ponta, dificultando o acesso ao conteúdo por operadoras, curiosos e até mesmo o Google.

Com o app Mensagens, o Google dá sua última cartada em sua incessante busca por emplacar um aplicativo de comunicação. Após tentar (e desistir) com o Talk e Hangouts — inclusive forçando o último como app padrão para SMS —, a gigante parece ter se acalmado em torno da bagunçada estratégia com Meet e Duo (videoconferência), Chat (Slack), Voice e Telefone Hangouts (chamadas de voz).

Mais uma coisa...

Mesmo com o apoio das principais operadoras e até acordos com fabricantes de celulares. As chances do RCS emplacar têm um grande porém: a Apple parece não ter interesse algum na iniciativa. A imprensa norte-americana vê no RCS uma estratégia não para encarar o WhatsApp, mas para rivalizar com o iMessages (sucesso nos EUA). Já existe uma solução RCS para iOS, mas ela é oferecida apenas para uso corporativo, o RBM (RCS Business Messaging).

Com a popularidade do WhatsApp, será que o RCS tem alguma chance? Deixe sua opinião no campo de comentários abaixo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: