Mercado abrirá em 5 h 39 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,04
    +0,68 (+0,94%)
     
  • OURO

    1.786,50
    +1,00 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    49.859,47
    -805,90 (-1,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.305,89
    +0,77 (+0,06%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    24.219,04
    +222,17 (+0,93%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.370,25
    -22,00 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2740
    -0,0001 (-0,00%)
     

Sistema de comunicação espacial a laser será lançado em dezembro

·2 min de leitura

Após um atraso de dois anos, a NASA finalmente vai lançar o Laser Communications Relay Demonstration (LCRD), sistema de comunicação espacial que funcionará via laser. O lançamento acontecerá com um foguete Atlas V, da United Launch Alliance ,com a missão Space Test Program Satellite-6 (STPSat-6). O lançamento está programado para acontecer a qualquer momento a partir do dia 4 de dezembro.

O atraso é o resultado de uma série de problemas que surgiram desde a data inicial estimada para o lançamento, que seria em 2019 — mas, de acordo com os investigadores, a nova janela é antecipada o suficiente para permitir benefícios para o programa Artemis, que deverá levar novos astronautas à superfície da Lua a partir de 2025.

Representação da missão LCRD transmitindo dados da Estação Espacial Internacional à Terra (Imagem: Reprodução/Dave Ryan/NASA)
Representação da missão LCRD transmitindo dados da Estação Espacial Internacional à Terra (Imagem: Reprodução/Dave Ryan/NASA)

A demonstração não chegará a uma distância tão grande quanto à da Lua, mas irá alcançar a órbita geossíncrona, a 35.786 km de altitude, para testar sistemas de comunicação a laser durante o período mínimo de dois anos. Essa demonstração ocorre após outras já conduzidas pela NASA, que vem colocando as tecnologias de laser em práticas para, futuramente, tornar operacional o uso delas a astronautas.

Trudy Kortes, diretor de demonstrações de tecnologia na diretoria Space Technology Mission, da NASA, explica que o novo sistema poderá permitir não somente maiores taxas de transmissão de dados, como também otimizará o tamanho, peso e energia. “Será menor em volume e peso, e vai consumir menos energia do que as tecnologias atuais”, explicou ele.

De acordo com a agência espacial, os lasers vão permitir a transmissão de 10 a 100 vezes mais dados para a Terra em comparação com as quantidades permitidas por frequências de rádio, o que corresponde à crescente necessidade da NASA e de entidades comerciais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos