Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    53.865,12
    -877,86 (-1,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,81 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3151
    +0,0769 (+1,23%)
     

Singapura tem recuo de casos, após onda misteriosa de Covid

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- Em Singapura, a contagem de casos diários de Covid-19 voltou à tendência recente, após uma onda misteriosa elevar o número de infecções acima de 5.000 no início da semana. As autoridades ainda não informaram o motivo do salto.

Most Read from Bloomberg

Até o meio-dia ontem, 3.432 novos casos foram registrados, dos quais 252 envolviam dormitórios de trabalhadores migrantes, e nove casos vieram de fora do país, de acordo com um comunicado do Ministério da Saúde. A taxa semanal de crescimento de infecções está em 1,13. Autoridades defendem que a taxa fique abaixo de 1 antes de diminuírem mais as restrições ao convívio social.

Os casos diários passaram de 5.000 pela primeira vez em 27 de outubro devido a um aumento incomum nos casos confirmados dentro de um período de poucas horas. As autoridades avisaram que iam investigar o ocorrido e monitorar as tendências nos próximos dias.

Singapura tem uma das maiores taxas de vacinação do mundo. O governo permitiu a abertura das fronteiras a países da Europa, Austrália, Canadá e EUA. Agora, o país tenta aliviar a pressão sobre o sistema de saúde, mantendo as restrições pelo menos até o final de novembro, incluindo a limitação dos encontros a duas pessoas.

A pressão sobre os leitos de terapia intensiva vem diminuindo. A ocupação dos leitos de UTI recuou para 72,8% ontem, de 79,8% na véspera. No entanto, a ocupação estava em apenas dois terços das camas disponíveis em 19 de outubro. O Ministério da Saúde informou na terça-feira que mais 100 leitos de UTI estarão prontos na próxima semana.

Até 27 de outubro, 84% da população de Singapura tinha regime de vacinação completo e 14% dos habitantes haviam recebido doses de reforço.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos