Mercado abrirá em 1 min
  • BOVESPA

    117.197,82
    +967,82 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    -200,77 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,79
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.724,00
    +3,20 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    20.213,24
    +173,89 (+0,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    459,73
    +1,32 (+0,29%)
     
  • S&P500

    3.783,28
    -7,65 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,43 (-0,14%)
     
  • FTSE

    6.997,61
    -55,01 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,80 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.615,25
    -8,50 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1153
    -0,0209 (-0,41%)
     

Sindicatos suspendem greve após morte de rainha Elizabeth 2ª

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sindicatos que representam funcionários dos correios do Reino Unido e dos serviços de transporte do país anunciaram a suspensão de uma greve programada para esta sexta-feira (9). O motivo, claro, é a morte da rainha Elizabeth 2ª, monarca mais longeva da história britânica.

"Expressamos nossas mais profundas condolências à sua família, aos amigos e ao país", declarou o Sindicato dos Trabalhadores de Comunicação. A Associação dos Funcionários Assalariados do Transporte, por sua vez, disse que "respeitará o período de luto público" -que deve durar dez dias.

Nas últimas semanas, categorias de vários setores entraram em greve no Reino Unido, exigindo o aumento dos salários para aliviar a alta da inflação. No meio de agosto, aliás, o país enfrentou a maior greve de ferroviários dos últimos 30 anos.