Sindicatos portuários brasileiros assinam acordos com porto de Barcelona

São Paulo, 5 nov (EFE).- Duas organizações vinculadas ao porto de Barcelona assinaram nesta segunda-feira acordos de cooperação com associações do sistema portuário brasileiro para "promover e facilitar as relações comerciais" entre a Catalunha e o país.

Os acordos foram firmados durante um encontro de empresários do setor logístico e marítimo realizado hoje em São Paulo, com a presença de autoridades do governo catalão e do consulado da Espanha na cidade.

O primeiro acordo foi assinado entre a Asociación de Transitarios Internacionais de Barcelona (Ateia-Oltra) e o Sindicato dos Comissários de Despachos, Agentes de Carga e Logística do Estado de São Paulo (Sindicomis) e a Associação Nacional das Empresas Transitárias, Agência de Carga Aérea, Comissária de Despachos e Operadores Intermodais (ACTC).

O segundo convênio foi assinado pelo Colegio Oficial de Agentes y Comisionistas de Aduanas de Barcelona (Coacab) e o Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de São Paulo (Sindasp).

Ambos documentos preveem a troca de informações entre as instituições de ambos países e a elaboração de uma base comum de dados de colegiados e associados com o objetivo de melhorar os serviços oferecidos pelo porto de Barcelona e pelas instituições brasileiras.

O presidente do porto de Barcelona, Sixte Cambra, destacou em discurso por ocasião da inauguração do seminário as relações com os principais terminais portuários do Brasil, especialmente os de Santos, Vitória e Paranaguá.

Cambra lembrou que Barcelona oferece facilidades logísticas e de distribuição para ser uma excelente porta de entrada para os produtos brasileiros no mercado europeu.

Já o secretário-executivo da Secretaria de Portos (SEP), Mario Lima, comentou à Agência Efe que o porto de Barcelona "oferece muitas possibilidades" para a distribuição de mercadorias no interior da Europa e países litorâneos do Mediterrâneo como Grécia e Turquia.

Por sua vez, o cônsul da Espanha em São Paulo, José María Matres, ressaltou no mesmo evento a forte "ofensiva" de internacionalização das empresas espanholas para enfrentar a crise, "sem importar o setor", mas mencionou especialmente as áreas marítima e naval.

O seminário realizado hoje em São Paulo reuniu representantes de 40 empresas espanholas e brasileiras do setor importador e exportador e dos principais portos do país.

A missão do porto de Barcelona permanecerá no Brasil até o dia 8 de novembro e deve visitar os portos de Vitoria, com o qual tem um acordo desde 2005, e o de Santos, com o qual pretende assinar um convênio similar para desenvolver projetos conjuntos. EFE

Carregando...