Sindicatos da companhia Iberia desconvocam greve prevista para antes do Natal

Madri, 10 dez (EFE).- Os sindicatos da companhia aérea Iberia anunciaram que não irão realizar os seis dias de greve que tinham sido previstos para antes do Natal.

A desconvocação acontece apesar dos sindicatos não terem chegado a um acordo com a direção da companhia na reunião realizada nesta segunda-feira, na sede do Serviço Interconfederal de Mediação e Arbitragem (SIMA), em torno do plano de reestruturação da empresa.

Os sindicatos cancelaram as interrupções previstas para os dias 14, 17, 18, 19, 20 e 21 de dezembro "pensando nos passageiros", informou à Agência Efe o porta-voz do setor aéreo de União Geral de Trabalhadores (UGT), Francisco Rodríguez.

O comitê de greve deve se reunir na terça-feira para estudar a possibilidade de voltar a fixar um novo calendário de interrupções depois das festas natalinas, a partir de janeiro, acrescentou o porta-voz.

O plano de reestruturação da Iberia prevê o corte de 4.500 empregos e uma redução salarial de 25% a 35%, além de um diminuição de 15% das rotas e da frota (25 aviões a menos), e a segregação de atividades de manutenção e serviços em terra.

A empresa anunciou na semana passada que deixará de voar para alguns destinos como Santo Domingo e Havana a partir de 11 de abril de 2013. Além disso, em meados de janeiro, a Iberia suspenderá seus voos a Atenas, Cairo e Istambul. EFE

Carregando...