Mercado abrirá em 1 h 48 min
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,18
    -1,32 (-1,46%)
     
  • OURO

    1.806,60
    -5,70 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    23.088,60
    -303,87 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    536,50
    -20,85 (-3,74%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.492,80
    +4,65 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.052,50
    +21,00 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2450
    +0,0123 (+0,24%)
     

Sindicato de produtores de soja reage a aproximação de Lula com ruralistas

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 13.06.2016 - O deputado federal Neri Geller, que fechou acordo com Lula no Mato Grosso. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 13.06.2016 - O deputado federal Neri Geller, que fechou acordo com Lula no Mato Grosso. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma das principais entidades que representam produtores de soja do Mato Grosso, o Sindicato Rural de Sinop divulgou nota em que repudia a aproximação de lideranças ruralistas da região com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)."Como é de conhecimento público, o Partido dos Trabalhadores atua em conjunto e apoia o MST, organização criminosa que invade, depreda e incendeia propriedades adquiridas com trabalho e esforço de famílias honestas", diz o texto.

O sindicato chama Lula de "ex-presidiário candidato a presidente", e diz que ele "já acena para o controle da imprensa, propriedades e, consequentemente, pretende tirar a liberdade da população brasileira". O petista pretenderia ainda "impor regime socialista como na Venezuela e em Cuba".

A manifestação ocorreu após acordo fechado entre o deputado ruralista Neri Geller (PP-MT) e o PT, para que dispute o Senado. Geller é ligado ao ex-ministro da Agricultura Blairo Maggi. Também participou da articulação o senador Carlos Fávaro (PSD-MT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos