Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.414,96
    +932,53 (+2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Sindicato dos Rodoviários cobra a Prefeitura retomada da vacinação prioritária da categoria

·2 minuto de leitura

O Sindicato de Rodoviários do Rio de Janeiro enviou, nesta segunda-feira, dia 21, ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, um ofício em que pede o retorno da vacinação contra Covid-19 de cerca de 20 mil motoristas e cobradores de ônibus da cidade o quanto antes. Segundo o presidente da entidade, Sebastião José da Silva, também haverá cobrança de um posicionamento do presidente da Comissão de Transportes da Câmara de Vereadores, Alexandre Isquierdo (DEM). De acordo com o comunicado do sindicato, até o momento, são 196 contaminados e 56 mortes entre os rodoviários.

Para José, falta bom senso da Prefeitura em não retomar a vacinação desse grupo de profissionais, que foi paralisada há um mês. Ainda conforme afirmou Silva, será pedido a posição de Isquierdo após ele garantir, em recente audiência pública, que o retorno do calendário de imunização da classe seria a principal reivindicação da comissão. No entanto, até o momento, nada foi feito neste sentido.

— O Rio de Janeiro ainda vive um verdadeiro caos em relação ao combate a Covid 19, e com a falta de fiscalização nos pontos finais e plataformas do BRT para evitar aglomerações e impedir que usuários embarque sem máscara, além da não descontaminação dos ônibus nas garagens, colaboram para aumentar o número de contaminados. Nossa insistência em é imunizar a categoria . Não vamos politizar a vacinação e deixar que as empresas receitem medicamentos sem nenhuma eficácia comprovada pela ciência, colocando ainda mais em risco a vida desses profissionais. Acredito e tenho fé que a prefeitura irá se sensibilizar e retornar a vacinaçao — afirmou.

De acordo com a Secretaria Municipal do Rio, como houve pactuação dos municípios fluminenses com a Secretaria de Estado de Saúde para um calendário único baseado na idade, os rodoviários e todas as categorias profissionais já estão sendo atendidos concomitantemente como população em geral.

Em abril deste ano, Paes anunciou que os rodoviários da cidade ficariam entre os grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19. À época, o secretário de saúde do município, Daniel Soranz, incluiu cobradores e motoristas de ônibus nos chamados grupos prioritários, junto com pessoas com comorbidade, profissionais de educação, de limpeza urbana, e cobradores e motoristas de ônibus

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos