Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.868,27
    -945,76 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.612,11
    -184,19 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,72
    -3,23 (-4,62%)
     
  • OURO

    1.771,30
    -11,00 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    57.550,62
    -734,57 (-1,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.469,11
    +26,33 (+1,83%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.215,00
    -175,75 (-1,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3590
    +0,0298 (+0,47%)
     

Sindicalistas prometem pressionar parlamentares contra minirreforma trabalhista

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As centrais sindicais se reúnem nesta terça (23) para enviar ao governo um manifesto contra a nova tentativa de votar a minirreforma trabalhista.

O projeto para flexibilizar regras como a contratação de jovens e pessoas de baixa renda foi barrado no Senado, mas o governo quer insistir na ideia, argumentando que pode favorecer os trabalhadores informais.

O texto reduzia ou retirava obrigações como o pagamento do FGTS.

O novo manifesto, assinado por CUT, Força Sindical, UGT, CSB, NCTS e outras, diz que os representantes dos trabalhadores vão pressionar parlamentares e organizar protestos contra a medida.

"É mais uma manobra que insiste em aprofundar a reforma de Michel Temer. Uma reforma que conduziu o Brasil à crise que eles mentirosamente dizem tentar resolver: aumento recorde do desemprego e da miséria", afirma o documento, que será divulgado nesta semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos