Mercado abrirá em 2 h 44 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,29
    +1,72 (+1,57%)
     
  • OURO

    1.826,30
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    21.052,93
    -366,52 (-1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    459,55
    -2,25 (-0,49%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.340,64
    +82,32 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.088,00
    +47,50 (+0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5464
    +0,0023 (+0,04%)
     

Sindicalistas preparam protesto com pipoca contra juro alto e inflação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O plano das centrais sindicais de retomar as manifestações de rua neste ano nos esforços para fazer barulho em protestos contra a inflação e a fome começam a entrar em prática com um ato em São Paulo no dia 14 de junho.

Segundo o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, as principais centrais preparam um protesto em frente ao edifício do Banco Central na avenida Paulista contra as taxas de juros altos e o aumento de custo de vida.

Eles vão levar carrinhos de pipoca. "O governo está pipocando no desemprego e nos preços da gasolina", diz. Em meio à nova piora nos números da pandemia, Juruna diz esperar um protesto ainda pequeno, com presença de 150 a 200 sindicalistas. As grandes campanhas salariais dos bancários, petroleiros, metalúrgicos e outros acontecem no segundo semestre.

Em outra frente, a UGT abriu uma campanha para pedir que as empresas façam doações de cestas básicas.

Nos últimos meses, os sindicalistas têm reunido propostas sobre a questão alimentar para levar às campanhas salariais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos