Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.473,42
    -126,25 (-0,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

The Sims 5 | Novo game é pirateado uma semana após início de testes

The Sims 5 é um dos games mais aguardados pelos fãs da franquia, já que o último foi lançado em 2014. A novidade deve vir com um upgrade nos gráficos, nas peças de decoração, na interatividade online, entre outras coisas, e está apenas em estágio inicial de testes. Como de praxe, a desenvolvedora Eletronic Arts selecionou um grupo para a fase beta, mas… uma semana após o começo da avaliação, o acesso a essa versão já foi pirateada.

Denominado de Project Rene, a fase de testes se concentra em um modo de construção chamado Workshop. Essa essa versão inicial também oferece aos fãs a chance de experimentar as funções multiplayer do jogo e inclui um servidor Discord privado, onde os jogadores podem discutir suas experiências.

O Projeto Rene foi exibido pela primeira vez no canal do The Sims no YouTube há algumas semanas, e, agora, fontes do Insider Gaming afirmara que o acesso à versão de teste não é criptografada — aliás, seria até simples de acessar. Os bucaneiros que conseguiram invadir o game teriam realizado isso com seus próprios Tokens Denuvo, que são os que permitem a pré-avaliação. Há relatos também de que as cópias piratas dariam até mesmo a possibilidade de uso dos recursos online do jogo, a partir de servidores peer-to-peer, sem a necessidade da rede da Electronic Arts.

Tudo bem que vazamentos relacionados a The Sims não seja lá uma grande novidade, já que é possível encontrar vários pacotes de expansão de The Sims 4. Mas essa facilidade que os hackers tiveram para violar o acesso, e até mesmo acessar os recursos online fora da rede da desenvolvedora, talvez seja um sinal de alerta para a equipe reforçar bastante a proteção do game.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: