Mercado fechará em 6 h 18 min
  • BOVESPA

    112.930,63
    -1.133,73 (-0,99%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,17
    -0,13 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.743,40
    -6,40 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    41.780,93
    -2.195,18 (-4,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.036,76
    -66,30 (-6,01%)
     
  • S&P500

    4.447,26
    -1,72 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    34.790,09
    +25,27 (+0,07%)
     
  • FTSE

    7.051,83
    -26,52 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.203,25
    -100,25 (-0,66%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2559
    +0,0309 (+0,50%)
     

Simone Biles desiste do individual geral e abre debate sobre saúde mental nos Jogos

·1 minuto de leitura
Simone Biles treina durante Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Por Elaine Lies e Steve Keating

TÓQUIO (Reuters) - A ginasta Simone Biles retirou-se da competição individual geral nas Olimpíadas de Tóquio nesta quarta-feira, um dia depois de ter chocado o mundo ao desistir do evento por equipes, ressaltando a questão da saúde mental nos Jogos.

A norte-americana será avaliada para checar se poderá participar das competições por aparelhos, informou a USA Gymnastics em comunicado no Twitter.

Biles tomou a decisão para que ela "possa se concentrar em sua saúde mental", disse a organização, acrescentando que manifestou apoio "incondicional" à atleta.

Atletas como a superestrela do tênis Naomi Osaka e agora Biles têm destacado a imensa pressão sobre eles, levantando questões sobre se as figuras esportivas globais recebem apoio suficiente para a saúde mental.

Osaka foi derrotada no evento olímpico de simples na terça-feira, seu primeiro torneio desde que desistiu do Aberto da França em maio, quando ela disse que sofria de depressão há quase três anos.

Biles, de 24 anos, chocou os Jogos Olímpicos na terça-feira ao abandonar a competição por equipes após receber uma nota baixa em seu salto inicial.

Ela disse que a pressão de corresponder às expectativas e sua busca por um recorde de medalhas de ouro não a deixaram escolha.

"Temos que proteger nossa mente e nosso corpo, em vez de apenas fazer o que o mundo quer que façamos", disse Biles a repórteres.

"Mais poderia ser feito" pela saúde mental dos atletas, afirmou o porta-voz da Comissão Olímpica Internacional, Mark Adams. Ele disse que a saúde mental continua sendo uma grande questão e que a organização vem trabalhando há algum tempo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos