Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,65
    +0,60 (+0,83%)
     
  • OURO

    1.784,10
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    50.656,42
    +336,50 (+0,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.320,56
    +15,44 (+1,18%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.382,50
    +64,50 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2764
    -0,0633 (-1,00%)
     

Siemens espera melhora da cadeia de suprimentos após vendas robustas

·1 min de leitura

Por John Revill

ZURIQUE (Reuters) - A empresa de engenharia e tecnologia Siemens citou nesta quinta-feira expectativa de melhora em 2022 da cadeia de suprimentos, cujos problemas têm impedido o retomada industrial após a pandemia, embora as vendas trimestrais da companhia tenham superando as previsões.

A fabricante de softwares e trens de alta velocidade vê um crescimento mais lucrativo à medida que problemas causados pela escassez de componentes e redes logísticas prosseguem.

A Siemens tem se apoiado em seu tamanho e tecnologia para obter componentes para fazer suas máquinas e sistemas que são usados por montadoras, incluindo a Daimler para automatizar linhas de produção, disse o presidente-executivo Roland Busch.

"Agrupamos a demanda por matérias-primas e componentes, o que garante nossa posição como parceiro relevante para mais de 1.500 fornecedores estratégicos”, disse Busch. "Temos relações muito boas com nossos fornecedores."

No trimestre até setembro, as vendas da Siemens aumentaram 18%, para 17,44 bilhões de euros, superando a previsão dos analistas de 16,82 bilhões.

Os pedidos aumentaram 26%, para 19,1 bilhões de euros, acima das expectativas de 17,56 bilhões, acrescentou.

Mas o lucro foi contido por ganhos pontuais de um ano antes. O lucro operacional ajustado de seus negócios industriais caiu 14%, para 2,27 bilhões de euros, abaixo d previsão de 2,45 bilhões. O lucro líquido caiu 29%, para 1,33 bilhão de euros.

Para 2022, a Siemens disse que espera um crescimento de receita comparável de meio dígito, líquido de conversão de moeda e mudanças em seu portfólio de empresas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos