Mercado fechado

Show de comédia da Netflix permite pular piadas sobre Donald Trump

Felipe Demartini

Você já está acostumado com o botão que permite avançar os créditos ou a abertura de um seriado, mas Lobby Baby, espetáculo de stand up comedy que estreou na Netflix nesta semana, leva esse recurso a um novo patamar. A pedido do criador e apresentador Seth Meyers, o show original conta com um botão que permite ao usuário pular as piadas que envolvam o presidente americano Donald Trump.

O show do humorista fala sobre variedades e traz esquetes sobre sua vida pessoal, mas também todo um segmento dedicado ao líder. Para Meyers, o botão de pular é uma maneira de usar a tecnologia da Netflix a seu favor, respondendo aos que não desejam ver a política envolvida nas piadas e que preferirem avançar para o ponto central do humor de Lobby Baby.

A aparição da opção é, por si só, uma piada. Lobby Baby foi gravado diante de uma plateia ao vivo, com Meyers rindo da ideia de que as audiências em casa podem desejar pular a parte de política, enquanto é enaltecido pelo público por, finalmente, abordar o assunto no show. Ele, então, aponta diretamente para o botão, que permanece ativo durante todo o trecho sobre Trump (uma piada sutil, ainda, aparece para aqueles que efetivamente decidirem acionar a função).

Em Lobby Baby, Seth Meyers brinca com quem não quer envolver humor e política, usando tecnologia da Netflix a favor das próprias piadas (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

Para a Netflix, foi uma ideia inteligente, conforme disse Robbie Praw, diretor de conteúdo original humorístico da plataforma. Segundo ele, a ideia de aplicar o botão de avançar às piadas sobre Trump foi do próprio Meyers, com a empresa ficando empolgada na aplicação de sua tecnologia de maneiras diferentes, que sirvam aos gostos dos criadores e também do público.

Comentando mais sobre o assunto, Meyers disse não esperar que alguém efetivamente use o recurso e o comparou à salsinha que serve como decoração em um prato chique. Na visão dele, a opção de avançar é o tipo da coisa que é importante que exista, mas que não deve ser levada a sério. “É um ótimo toque, mas ninguém vai comer [o enfeite]”, completou.

O apresentador fez parte do elenco Saturday Night Live, programa da TV norte-americano que é considerado a maior referência do mundo quando falamos de humor. E, desde 2014, é apresentador do talk show Late Night, na emissora NBC, assumindo a cadeira que, antes, era de Jimmy Fallon. Trump é alvo costumeiro das piadas do humorista desde antes de se tornar o presidente americano, então, parece óbvio que ele também seria assunto em sua produção original para a Netflix.

Seu especial de comédia, Lobby Baby, aposta no formato standup e tem como ponto de partida o momento de nascimento de seu filho para traçar anedotas sobre a vida, o cotidiano e os eventos importantes de sua carreira. O show também está disponível na versão brasileira da Netflix, com direito a botão de pular o trecho sobre política e tudo.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: