Mercado fechado

Shoppings devem contratar 32 mil em São Paulo, diz associação

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Movimento do comércio volta gradualmente em São Paulo. (Foto: João Alvarez/Fotoarena/Sipa USA)
Movimento do comércio volta gradualmente em São Paulo. (Foto: João Alvarez/Fotoarena/Sipa USA)

A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) divulgou estimativa segundo a qual cerca de 32 mil pessoas devem ser contratadas por shoppings de São Paulo nos próximos meses.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

E a estimativa considera apenas a capital e região metropolitana. As informações são de reportagem do portal UOL.

Leia também

Segundo a Alshop, o aquecimento no número de contratações se dá por conta da flexibilização e ampliação no horário de funcionamento dos shoppings centers, passado o período mais agudo da pandemia do novo coronavírus.

Nabil Sahyoun, presidente da Alshop, destaca também a importância dessa “reabertura” ser feita gradualmente, de forma segura, sem riscos de aglomerações:

“Estamos atendendo ao princípio do varejo que é responder o anseio do consumidor. Ele está saindo mais de casa e essa ampliação melhora a condição de compra com mais segurança sem risco de aglomerações, enquanto as vendas vão se recuperando gradativamente e se preparando para datas importantes do comércio como a Black Friday e o Natal”, diz Sahyoun em fala reproduzida pelo UOL.

Apesar do grande volume de contratações, segundo a Alshop, elas correspondem somente a 25% do número de trabalhadores e trabalhadoras demitidas por causa da pandemia do novo coronavírus desde março.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube