Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,97
    -0,10 (-0,14%)
     
  • OURO

    1.799,60
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    38.204,03
    +4.141,25 (+12,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    905,80
    +112,07 (+14,12%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.944,02
    +396,02 (+1,44%)
     
  • NASDAQ

    15.099,00
    +1,00 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1187
    -0,0029 (-0,05%)
     

Shoppings devem contratar 32 mil em São Paulo, diz associação

·1 minuto de leitura
Movimento do comércio volta gradualmente em São Paulo. (Foto: João Alvarez/Fotoarena/Sipa USA)
Movimento do comércio volta gradualmente em São Paulo. (Foto: João Alvarez/Fotoarena/Sipa USA)

A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) divulgou estimativa segundo a qual cerca de 32 mil pessoas devem ser contratadas por shoppings de São Paulo nos próximos meses.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

E a estimativa considera apenas a capital e região metropolitana. As informações são de reportagem do portal UOL.

Leia também

Segundo a Alshop, o aquecimento no número de contratações se dá por conta da flexibilização e ampliação no horário de funcionamento dos shoppings centers, passado o período mais agudo da pandemia do novo coronavírus.

Nabil Sahyoun, presidente da Alshop, destaca também a importância dessa “reabertura” ser feita gradualmente, de forma segura, sem riscos de aglomerações:

“Estamos atendendo ao princípio do varejo que é responder o anseio do consumidor. Ele está saindo mais de casa e essa ampliação melhora a condição de compra com mais segurança sem risco de aglomerações, enquanto as vendas vão se recuperando gradativamente e se preparando para datas importantes do comércio como a Black Friday e o Natal”, diz Sahyoun em fala reproduzida pelo UOL.

Apesar do grande volume de contratações, segundo a Alshop, elas correspondem somente a 25% do número de trabalhadores e trabalhadoras demitidas por causa da pandemia do novo coronavírus desde março.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos