Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.639,53
    +2.260,61 (+2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.854,74
    +587,54 (+1,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,82
    +1,76 (+4,09%)
     
  • OURO

    1.801,80
    -36,00 (-1,96%)
     
  • BTC-USD

    19.157,55
    +705,59 (+3,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,90
    +11,15 (+3,02%)
     
  • S&P500

    3.633,44
    +55,85 (+1,56%)
     
  • DOW JONES

    30.032,24
    +440,97 (+1,49%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.066,50
    +161,25 (+1,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3889
    -0,0514 (-0,80%)
     

Shell cortará vagas e capacidade de refinaria em Cingapura

Por Aradhana Aravindan e John Geddie
·2 minuto de leitura

Por Aradhana Aravindan e John Geddie

CINGAPURA (Reuters) - A Shell reduzirá pela metade a capacidade de processamento de petróleo bruto em sua refinaria de petróleo Pulau Bukom, em Cingapura, e cortará empregos na unidade como parte de uma reforma para reduzir as emissões líquidas de dióxido de carbono (CO2) da empresa a zero em 2050, disse a companhia nesta terça-feira.

A refinaria em Pulau Bukom, em um pequena ilha na cidade-Estado do Sudeste Asiático, pode processar 500.000 barris por dia (bpd) de petróleo e é a maior refinaria integralmente controlada pela Shell em todo o mundo.

A Shell lançou uma ampla revisão de seus negócios com o objetivo de cortar custos enquanto se prepara para reestruturar suas operações, reduzindo seus negócios de petróleo e gás e expandindo sua divisão de energia e energia renovável.

Em setembro, a Shell disse que planejava cortar até 9.000 empregos em todo o mundo, ou mais de 10% de sua força de trabalho.

Como parte dos planos, a Shell está reduzindo o número de unidades de refino de petróleo e petroquímicas que continuará operando de 14 para 6. Além de Pulau Bukom, as outras unidades estão no Texas, Louisiana, Alemanha, Holanda e Canadá.

"A Bukom vai mudar de uma lista de produtos à base de petróleo bruto para novas cadeias de valor de baixo carbono. Vamos reduzir nossa capacidade de processamento de petróleo pela metade e visaremos como objetivo entregar uma redução significativa nas emissões de CO2", disse Shell.

A empresa cortará 500 empregos até o final de 2023 no local, que atualmente emprega 1.300 funcionários, disse uma porta-voz da Shell.

“Faremos mudanças progressivas em nossa configuração de refino nos próximos três anos”, disse ela.

A empresa anunciou em agosto que converteria sua refinaria nas Filipinas em um terminal de importação, uma vez que a unidade não é mais economicamente viável.

Em Cingapura, a Shell disse que está estudando a produção de produtos que ainda seriam viáveis após sua transição energética, como biocombustíveis e especialidades como o betume.

A Shell também disse que irá expandir sua geração solar em Cingapura, incluindo usinas de grande porte. A empresa também tem planos de construir pontos de recarga de veículos elétricos, fornecer soluções neutras em carbono para seus clientes e estudar a reciclagem de resíduos de plástico.