Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.050,15
    +83,76 (+0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Shell adia decisão final sobre investimento em Gato do Mato, aponta BW Offshore

Logo da Shell

(Reuters) - A BW Offshore foi notificada pela Shell no Brasil de que a decisão final de investimento no desenvolvimento do ativo marítimo de petróleo e gás, conhecido como Gato do Mato, na Bacia de Santos, não será tomada nos próximos 12 ou 24 meses, informou em comunicado a afretadora de plataformas nesta segunda-feira.

A BW disse que espera agora receber uma notificação formal rescindindo o aviso limitado para prosseguir (LNTP, na sigla em inglês) no devido tempo.

A BW Offshore disse ainda que será reembolsada pelos custos incorridos de acordo com termos acordados.

Em entrevista no fim de setembro, o presidente da Shell Brasil havia afirmado que definição sobre o investimento no ativo sairia em cerca de três meses.

Na ocasião, o executivo pontuou que o ativo era o maior projeto da petroleira anglo-holandesa em desenvolvimento no Brasil. No entanto, ponderou que após a invasão da Ucrânia havia pressão muito forte de custos.

A Shell tem como parceiros em Gato do Mato as empresas Total (20%) e Ecopetrol (30%).

(Por Marta Nogueira, no Rio de Janeiro)