Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,30 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,09
    -2,19 (-2,87%)
     
  • OURO

    1.747,50
    -6,50 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    16.147,30
    -352,00 (-2,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    378,27
    -4,38 (-1,15%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    16.862,17
    -711,41 (-4,05%)
     
  • NIKKEI

    28.146,48
    -136,55 (-0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.675,25
    -107,50 (-0,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5993
    -0,0251 (-0,45%)
     

Shein lança primeira loja da marca no Brasil em formato pop-up

Ponto de venda da Shein permitirá que os consumidores conheçam produtos e comprem peças no local (Getty Image)
Ponto de venda da Shein permitirá que os consumidores conheçam produtos e comprem peças no local (Getty Image)
  • Shein lançará a primeira loja de compras pop-up no Brasil;

  • Ponto da marca ficará no Shopping Vila Olímpia;

  • Ação acontece de 12 a 16 de novembro.

Os fãs da Shein terão uma nova forma de comprar roupas e acessórios da marca. A companhia vai abrir a primeira loja com compra no local no Brasil em formato pop-up. A ação temporária funcionará entre os dias 12 a 16 de novembro.

Localizado no Shopping Vila Olímpia, em São Paulo, o ponto de venda permitirá que os consumidores conheçam produtos e comprem peças no local.

De acordo com o general manager da marca no Brasil, Felipe Feistler, a ideia é aproximar os consumidores da marca. Na loja de São Paulo, os clientes irão encontrar cenários “instagramáveis”, ou seja, propícios para tirar fotos e gravar vídeos.

Feistler ainda explica o mercado brasileiro é um desafio para a marca, e este formato de loja auxilia os consumidores a conhecerem tanto a empresa quanto seus produtos.

Essa não é a primeira ação da empresa no Brasil

Ainda em março deste ano, a empresa realizou uma ação parecida no Rio de Janeiro, na qual levou a um shopping da cidade uma loja pop-up que contava apenas com peças de mostruário.

Quem gostasse dos produtos deveria concretizar a aquisição através do aplicativo.

Modelo de negócio da Shein

Atualmente, a Shein lança cerca de 10 mil peças novas a cada mês. Apesar de ser uma empresa de fast fashion, a quantidade de produtos produzida é bem menor do que a das concorrentes.

Os produtos são lançados na plataforma e, conforme a demanda pelo item cresce, a companhia passa a fabricar mais unidades das peças que tiveram grande volume de compras.