Mercado fechará em 1 h 31 min
  • BOVESPA

    106.845,77
    -2.095,91 (-1,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.933,49
    -1.665,89 (-3,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,20
    -2,94 (-3,45%)
     
  • OURO

    1.835,20
    +3,40 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    34.555,78
    -788,59 (-2,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    782,09
    -28,52 (-3,52%)
     
  • S&P500

    4.237,22
    -160,72 (-3,65%)
     
  • DOW JONES

    33.257,71
    -1.007,66 (-2,94%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    13.748,50
    -678,00 (-4,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2491
    +0,0591 (+0,95%)
     

Setor de transporte aéreo querendo decolar?!

·2 min de leitura

O temor causado pela pandemia no início de 2020 fez as empresas do setor de transporte aéreo “derreterem”. Tanto a Gol quanto a Azul perderam mais de 85% do valor de mercado em apenas 4 semanas.

Após fazer mínima em março de 2020, os papéis foram se recuperando nos meses seguintes. Porém, ainda fecharam o ano com mais de 30% de queda. Neste ano de 2021 o cenário continua desafiador, pois as empresas voltaram a cair depois de junho, quando o Ibov começou a recuar.

Azul

As ações da Azul conseguiram se recuperar ao longo de 2020, mas encontraram uma resistência que acabou segurando o preço. Entre janeiro e fevereiro de 2021 o ativo tentou por diversas vezes romper essa resistência, mas acabou cedendo.

Em junho, quando o papel finalmente parecia ter superado a resistência, o Ibov começou a cair, e as ações da Azul iniciaram um forte movimento de baixa.

A linha tracejada em azul indica a resistência, já a linha tracejada branca trata-se de um suporte criado em 2020.

Após fazer topo e voltar a cair, o papel passou a andar de lado entre agosto e outubro. Quando a consolidação foi rompida, o ativo caiu com força até o terceiro alvo. Nesta região também se encontrava o suporte formado em 2020, que conseguiu segurar o preço.

Como o papel se segurou no suporte e começou a subir, conseguiu romper uma LTB que vinha desde outubro. Com a movimentação dos últimos dias, foi armado um pivô de alta sobre a média móvel de 20 períodos no gráfico diário.

Se o ativo tiver força para subir, pode alcançar o terceiro alvo projetado pelo pivô que coincide com a média de 200.

Gol

As ações da Gol também formaram um topo em 2020 que acabou se tornando uma resistência. Após começar o ano de 2021 fazendo um movimento de baixa, o ativo tentou subir, mas bateu na resistência e recuou.

Com essa movimentação o ativo formou um triângulo ascendente no gráfico semanal.

O triângulo ascendente é um padrão altista que normalmente dá força para que seja realizado um movimento de alta quando rompido.

No entanto, a figura foi rompida para baixo. Mas, como pode ser notado, o ativo sequer alcançou o primeiro alvo do movimento de queda.

Agora o papel vem formando um pivô de alta alinhado com a média móvel de 20 períodos. Este padrão é muito poderoso, e cerca de 85% das vezes que é acionado, vai até o primeiro alvo. Isto levaria as ações da Gol a superarem a média de 200. O que poderia desencadear em um movimento de alta mais consistente.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos