Mercado fechará em 1 h 13 min
  • BOVESPA

    107.157,08
    +909,93 (+0,86%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.516,17
    +1.122,14 (+2,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,34
    +2,75 (+2,51%)
     
  • OURO

    1.840,00
    +24,10 (+1,33%)
     
  • BTC-USD

    30.176,21
    +1.036,43 (+3,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    670,89
    +18,65 (+2,86%)
     
  • S&P500

    3.925,08
    +1,40 (+0,04%)
     
  • DOW JONES

    31.411,02
    -79,05 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.302,74
    -135,35 (-1,82%)
     
  • HANG SENG

    20.120,68
    -523,62 (-2,54%)
     
  • NIKKEI

    26.402,84
    -508,36 (-1,89%)
     
  • NASDAQ

    11.983,50
    +48,00 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1862
    -0,0321 (-0,62%)
     

Serviços no Brasil encerram 1º tri com melhor resultado para março em 11 anos

Consumidores em bar do Rio de Janeiro

Por Camila Moreira e Rodrigo Viga Gaier

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - O setor de serviços brasileiro encerrou o primeiro trimestre de 2022 com volume acima do esperado em março e o resultado mais forte para o mês na série histórica iniciada em 2011, impulsionado pelo setor de transportes.

O volume de serviços teve em março alta de 1,7% na comparação com o mês anterior, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado ficou bem acima da expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 0,7%.

O IBGE ainda revisou o dado de fevereiro para um avanço de 0,4%, depois de divulgar antes queda de 0,2%. Com isso, o setor recupera as perdas de 1,8% vistas em janeiro e alcança o maior nível desde maio de 2015, ficando 7,2% acima do patamar pré-pandemia, disse o IBGE.

Os resultados ainda levam o primeiro trimestre a fechar com ganho de 1,8% na comparação com os três meses anteriores, no sétimo trimestre seguido positivo.

Na comparação com março de 2021, houve aumento de 11,4% no volume de seviços, contra expectativa de alta de 8,5%.

O desempenho do setor de serviços mostrou perda de fôlego no início deste ano, mas passou a mostrar recuperação em meio à reabertura de negócios com a vacinação contra a Covid-19.

Mas as fortes pressões inflacionárias vêm pesando no bolso dos consumidores, que veem sua renda e poder de compra serem corroídos, e podem se refletir no desempenho dos serviços.

Em março, os resultados positivos foram disseminados entre as cinco atividades pesquisadas, com destaque para o avanço de 2,7% nos transportes, quinto mês seguido de ganhos.

"Dentre os setores que mais influenciaram a alta dessa atividade está o rodoviário de cargas, especialmente o vinculado ao comércio eletrônico e ao agronegócio. É a principal modalidade de transporte de carga pelas cidades brasileiras e seu uso ficou ainda mais acentuado após os meses mais cruciais da pandemia", explicou o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo.

Lobo acrescentou ainda que a queda nos preços das passagens aéreas no mês também colaborou, e os transportes como um todo estão 18,0% acima do patamar pré-pandemia, atingindo também o maior nível da série histórica.

Os serviços prestados às famílias registraram ganho de 2,4% em março, mas ainda são a única atividade que não superou o patamar pré-pandemia, devido à magnitude do impacto que esse setor sofreu com o isolamento social.

"A pessoa comum é afetada por variáveis como juros mais altos, que afetam credito e endividamento. O aumento do nível de preços afeta o poder aquisitivo das pessoas de consumir bens e serviços", disse Lobo.

O índice de atividades turísticas, por sua vez, cresceu 4,5% em março, após recuo acumulado de 0,9% nos dois primeiros meses do ano. Ainda assim, segue 6,5% abaixo do patamar pré-pandemia.

“O indicador vai na esteira de serviços prestados às famílias e transportes, crescendo também em março muito influenciado pela alta de transportes aéreos, restaurantes, hotéis e serviços de bufê”, disse Lobo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos