Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    48.676,62
    -493,00 (-1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Setor privado de Honduras vai comprar vacinas contra Covid

·1 minuto de leitura
Membros das forças aéreas hondurenhas descarregam lote de 5.000 vacinas da Moderna doadas por Israel, em 25 de fevereiro de 2021

Empresários de Honduras anunciaram nesta quinta-feira que irão comprar vacinas contra a Covid-19, na tentativa de reativar a economia do país, após receberem a autorização do governo, que conseguiu adquirir apenas dezenas de milhares de doses.

"Diante da falta de ação do setor público, tínhamos, como hondurenhos, que dar uma solução para o país", disse à AFP o presidente do Conselho Hondurenho da Empresa Privada (Cohep), Juan Sikaffy.

Em acordo assinado na semana passada, o governo autorizou os empresários a comprar vacinas das fabricantes no mercado internacional, para serem aplicadas em seus empregados e familiares através do sistema de saúde hondurenho. "Uma vez que estejam em Honduras, iremos entregá-las ao Ministério da Saúde, que enviará brigadas para que as vacinas sejam aplicadas nessas pessoas das empresas que as compraram", informou Sikaffy.

Segundo o dirigente, as vacinas serão adquiridas por meio de duas iniciativas. Na primeira delas, apoiarão o Seguro Social na compra de 1,4 milhão de doses da AstraZeneca, para imunizar 700 mil afiliados do trabalho formal. Na segunda, os empresários planejam adquirir outros 4 milhões de doses, por meio de uma compra conjunta com empresas brasileiras. Segundo Sikaffy, para a segunda operação estão sendo estudadas ofertas de laboratórios da Rússia, China e Índia.

Com quase 10 milhões de habitantes, Honduras recebeu apenas 53 mil doses, 5 mil doadas por Israel e 48 mil do mecanismo Covax. No mês passado, o governo do país anunciou a compra de 4,2 milhões de doses do imunizante Sputnik V, cujo primeiro lote chegará amanhã.

Honduras registra cerca de 5.000 mortos e mais de 198.000 casos de Covid.

nl/rsr/lb