Setor público tem déficit de R$ 5,515 bi, divulga BC

O setor público consolidado (governo central, governos regionais e empresas estatais, exceção da Petrobras e Eletrobras) registrou déficit primário de R$ 5,515 bilhões em novembro. A divulgação foi feita na manhã desta sexta-feira pelo Banco Central. O dado é bem inferior a previsões de analistas, que esperavam um superávit de R$ 1,8 bilhão a R$ 11,8 bilhões, intervalo que gerou uma mediana de R$ 5,1 bilhões.

Segundo o BC, a maior parte do déficit do mês passado foi gerada pelo governo central, que encerrou o período com saldo negativo R$ 5,875 bilhões. Os governos regionais contribuíram com um superávit de R$ 1,682 bilhão, e as empresas estatais registraram um saldo positivo de R$ 1,322 bilhão.

A autoridade monetária informou também que, no acumulado do ano até novembro, o superávit primário do setor público alcançou R$ 82,699 bilhões, o equivalente a 2,06% do Produto Interno Bruto (PIB). Em igual período de 2011, a fatia ficava em 3,35% do PIB. Este ano, o compromisso do setor público é economizar R$ 139,8 bilhões para pagar o juro da dívida. O governo já anunciou que usará os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para atingir seu objetivo.

Carregando...