Setor de energia elétrica pressiona Bovespa para baixo

A Bovespa abriu em forte queda nesta segunda-feira e nos primeiros minutos de pregão já era negociada abaixo dos 58 mil pontos. O mercado doméstico ajusta-se ao desempenho negativo das bolsas internacionais na última sexta-feira (03), quando era feriado no Brasil, e também é pressionado pela forte correção, para baixo, nas ações do setor de energia elétrica, após o governo anunciar, na noite de quinta-feira (01), os critérios para renovação das concessões.

Às 10h20, o Ibovespa era negociado na pontuação mínima do dia, em queda de 1,17%, aos 57.700,15 pontos. Neste horário, as ações PNB e ON de Eletrobras lideravam o ranking de maiores baixas, com -8,69% e -7,69%, respectivamente. Na sequência, aparecia Cesp PNB, com -6,58%. Transmissão Paulista PN (-3,64%), Copel PNB (-3,28%), Cemig PN (-2,77%) e Light ON (-2,66%) completavam a lista dos destaques negativos.

Carregando...