Setor elétrico é o foco da Bovespa nesta quarta

O dia começa um pouco melhor para os mercados financeiros, o que ajuda a Bovespa a interromper a sequência de três pregões seguidos de realização de lucros. O balanço trimestral dentro do esperado da Alcoa, com previsões otimistas para 2013, anima os negócios no exterior e deve impulsionar as ações brasileiras ligadas às commodities. Mas as atenções domésticas seguem voltadas ao setor elétrico. Às 10h05, o Ibovespa subia 0,47%, aos 61.414,28 pontos, na máxima após abertura.

O estrategista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi, diz que o foco dos investidores no Brasil é a questão energética. Ele destaca a reunião, às 14 horas desta quarta-feira, do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), que deve discutir a situação do nível atual dos reservatórios das hidrelétricas no País - que estão, quase todos, abaixo ou próximo do limite de segurança para a geração de energia. "O governo tem de tomar uma postura e mostrar que não há risco de racionamento de energia no Brasil", avalia Galdi.

Porém, a quarta-feira inicia mais calma no exterior. O assunto da manhã é a Alcoa. A fabricante de alumínio anunciou um lucro líquido de US$ 242 milhões no quarto trimestre de 2012, em linha com as previsões, revertendo o prejuízo apurado no fim de 2011. Mas a cautela no exterior persiste, uma vez que a safra de balanços nos Estados Unidos está apenas começando e as incertezas fiscais sobre a economia norte-americana permanecem.

Por volta do horário acima, em Wall Street, o futuro do S&P 500 tinha leve baixa de 0,01%. Na agenda econômica do dia, destaque para o Livro Bege, que o Federal Reserve publica às 17 horas. Na Europa, a Bolsa de Frankfurt estava estável, enfraquecida pelo aumento abaixo do esperado da produção industrial alemã em novembro.

Carregando...