Sesc e Senac recorrerão de decisão que afasta presidente

A Confederação Nacional do Comércio (CNC) informou que as administrações do Sesc e do Senac irão recorrer da decisão da 20ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro de afastamento do presidente da CNC, Antonio Oliveira Santos, do cargo de presidente dos Conselhos Nacionais das duas instituições.

Em nota oficial, a confederação argumenta que a decisão da Justiça foi proferida em caráter provisório, "sem que Sesc e Senac tenham tido oportunidade de se manifestar". A CNC afirma ainda que "as administrações do Sesc e do Senac sempre foram marcadas pelo cumprimento dos princípios da moralidade e da transparência, sendo permanentemente auditadas por seus respectivos Conselhos Fiscais, pela Controladoria-Geral da União e pelo Tribunal de Contas da União".

A decisão da Justiça decidiu pelo afastamento com a justificativa de que Santos teve suas contas como gestor do Sesc e do Senac rejeitadas pelo TCU em 2004. A liminar acolheu pedido da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), presidida por Orlando Diniz. Segundo a Agência Estado, o caso tem por trás a briga entre Santos e Diniz, apontados como opositores políticos.

Carregando...