Mercado abrirá em 9 mins
  • BOVESPA

    99.621,58
    -969,83 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.061,61
    -373,84 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,18
    -0,60 (-0,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    -4,60 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    19.250,14
    -812,55 (-4,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    412,50
    -27,16 (-6,18%)
     
  • S&P500

    3.818,83
    -2,72 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    31.029,31
    +82,32 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.182,29
    -130,03 (-1,78%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.555,25
    -135,75 (-1,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4562
    +0,0456 (+0,84%)
     

Servidores do INSS devem retornar ao trabalho presencial

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 04.01.2022 - Fachada do prédio da Previdência Social (INSS), em Brasília. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 04.01.2022 - Fachada do prédio da Previdência Social (INSS), em Brasília. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério do Trabalho e Previdência determinou o retorno de funcionários do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) ao trabalho presencial nas agências. A regra vale para servidores, empregados públicos e estagiários que ainda estejam em trabalho remoto devido à pandemia de Covid-19.

O texto foi publicado na edição desta segunda-feira (6) no Diário Oficial da União e segue uma instrução normativa do Ministério da Economia, que determinou o retorno de todos os servidores públicos federais ao trabalho presencial a partir de 6 de junho.

Desde o dia 23 de maio, o uso de máscara de proteção facial deixou de ser obrigatório dentro das agências do INSS. A máscara seguirá sendo exigida quando houver lei municipal indicando a obrigatoriedade.

Segundo a portaria, exigências como uso de proteção individual obrigatória, isolamento, quarentena e outras condições de funcionamento estabelecidas pelos Estados, Distrito Federal e Municípios serão mantidas.

O Ministério da Economia informa que o ato da Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal, órgão central de gestão de pessoas do governo federal, considerou a manifestação do Ministério da Saúde que declarou, em abril, o fim da emergência de saúde pública de importância nacional.

O texto também revoga a instrução normativa de outubro de 2021, que liberava para o trabalho remoto servidores públicos que se enquadravam nos grupos de risco, ou que possuem filhos em idade escolar enquanto as aulas presenciais estavam suspensas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos