Mercado abrirá em 9 h 36 min

Servidor publico é flagrado comprando Dogecoin durante reunião plenária

Comprando Doge servidor publico
Comprando Doge servidor publico

Durante uma sessão plenária na Coreia do Sul, um funcionário público de “alto escalão” foi flagrado em seu celular comprando Dogecoin (DOGE). A cena foi capturada pelas câmeras de repórteres que acompanhavam o vereador do Partido Democrata Kim Joo-sam fazendo discurso sobre o orçamento de 2023.

A reunião em questão debatia sobre questões orçamentárias, e foi liderada pelo prefeito da cidade, Cho Yong-ik, que delineava detalhes do orçamento da cidade.

O funcionário do governo, identificado apenas como Ahn, não conseguiu se concentrar na sessão plenária porque precisava urgentemente comprar a criptomoeda meme inspirada em cachorro.

Dogecoin é uma criptomoeda meme que começou como uma referência a um dos memes mais famosos da Internet. Mas, nos últimos anos, a DOGE se tornou um dos ativos digitais mais valorizados - em grande parte graças a uma comunidade dedicada de usuários que continua a promovê-la e o endosso do bilionário Elon Musk.

Na imagem é possível ver ele usando o recurso “comprar” de uma plataforma doméstica de criptomoedas. Além de comprar a DOGE, ele também parecia estar olhando o preço do Tether (USDT) e do Bitcoin (BTC).

"Sinto muito"

O momento do incidente não poderia ter sido pior para 'Ahn', já que de acordo com notícias locais, ele é um servidor público nomeado pelo ex-prefeito da cidade, e sabe-se que ele estava prestes a ter seu contrato renovado por mais um ano em dezembro.

Um outro funcionário do governo prometeu investigar a situação: "Estamos levando o assunto a sério, vamos analisar as circunstâncias". 

Após ser questionado, 'Ahn' pediu desculpas por não conseguir se concentrar na reunião, dizendo: "sinto muito por fazer outras coisas durante a sessão plenária."

Criptomoedas na Córeia do Sul

O funcionário público comprando criptomoedas não é nenhuma novidade. Estima-se que 2 milhões de pessoas, ou 4% da população total da Coreia do Sul, possuam criptomoedas.

Lar de gigantes como BitHumb e Gopax, a Coreia do Sul viu um aumento na popularidade de criptomoedas em 2017, e quase 30% de todo o comércio de criptomoedas do mundo é movimentado pelo mercado coreano.

Atualmente, é legal possuir, vender e comprar criptomoedas no país, pois os ativos digitais não foram banidos pelo governo.

Além disso, uma das promessas do atual presidente do país foi implementar um conjunto de políticas favoráveis ​​às criptomoedas na Coreia do Sul.

Enquanto isso, cerca de 49,8% dos trabalhadores sul-coreanos com idades entre 30 e 39 anos investem em criptomoedas, de acordo com relatórios locais.

Fonte: Livecoins

Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.