Mercado fechado

Serasa estende prazo para quitar dívidas por R$100 até 8 de setembro; veja como fazer

O Globo
·2 minutos de leitura

RIO - A Serasa prorrogou, até 8 de setembro, a ação Limpa Nome, em conjunto com 21 parceiros, que possibilita os consumidores a quitarem dívidas entre R$ 200 e R$ 1 mil por R$ 100. A decisão foi tomada por conta do sucesso da campanha, que já registrou 2,5 milhões de renegociações de dívidas.

Os parceiros são: Tricard, Recovery, Ativos, Itapeva, Credsystem, Avon, Pernambucanas, Casas Bahia, Ponto Frio, Anhanguera, Unopar, Pitagoras, Unime, Iuni, Uniderp, Unirondon, Unique, Hoepers, Algar, Calcard e Vivo.

— A ação tem beneficiado muita gente e, para ajudar ainda mais consumidores, resolvemos estender o prazo para que as pessoas possam aproveitar essa condição — firma Lucas Lopes, diretor do Serasa Limpa Nome.

Calcula-se que a prorrogação da ação tenha um potencial para que mais de 21,5 milhões de dívidas possam ser pagas.

Como participar da campanha

O primeiro passo é acessar o site www.serasa.com.br ou baixar o aplicativo no celular; digitar o CPF e preencher um breve cadastro. Com isso, é possível usar os serviços com a garantia de que só você tem acesso aos seus dados. O consumidor também pode regularizar débitos financeiros pelo WhatsApp, através do número: (11) 98870-7025.

Ao entrar na plataforma, todas as informações financeiras do consumidor já aparecerão na tela, devidamente explicadas, incluindo as dívidas que tiver. Se quiser conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar para ser direcionado até uma nova página, onde serão apresentadas as mais variadas opções para renegociar cada débito.

Depois que você escolher uma das opções de valor, é só escolher se vai ser à vista ou em parcelas, e a melhor data de vencimento.

Com o boleto, o consumidor pode optar em pagar pelo aplicativo do banco em que tiver conta, que consegue ler o arquivo diretamente do computador, ou então imprimir a via e pagar na agência ou nas casas lotéricas.

As agências da Serasa em todo o Brasil ainda não têm data para retomar o atendimento presencial ao público. A empresa aguarda orientações das autoridades de saúde para voltar a receber os consumidores com segurança, tanto para o público quanto para seus colaboradores.

A plataforma da Serasa gera um ou mais boletos, dependendo da forma de pagamento escolhida, já com a data de vencimento escolhida.