Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.539,83
    +1.882,18 (+1,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.201,81
    +546,36 (+1,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    41,51
    +0,05 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.911,90
    -3,50 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    11.937,74
    +880,73 (+7,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    239,54
    +0,62 (+0,26%)
     
  • S&P500

    3.443,12
    +16,20 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    28.308,79
    +113,37 (+0,40%)
     
  • FTSE

    5.889,22
    +4,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.569,54
    +27,28 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    23.567,04
    -104,09 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    11.680,75
    +20,00 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6264
    +0,0275 (+0,42%)
     

Será que os óculos inteligentes do Facebook finalmente serão bonitos de usar?

Marcus Couto
·2 minutos de leitura
O executivo-chefe do Facebook já falava em realidade aumentada em 2016. (Foto: AP Photo/Eric Risberg)
O executivo-chefe do Facebook já falava em realidade aumentada em 2016. (Foto: AP Photo/Eric Risberg)

Uma “maldição” ronda as tentativas das empresas de tecnologia de criar os “óculos inteligentes” do futuro: eles tendem a ser feios e até um pouco constrangedores de usar.

Basta lembrar do finado Google Glass, a tentativa do Google, nada menos que uma das maiores gigantes da tecnologia do mundo. O projeto fracassou e foi descontinuado, depois de os óculos, que até chegaram ao mercado em caráter experimental, virarem motivo de piada.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

As pessoas simplesmente não acharam que o Google Glass não era estético o suficiente.

A verdade é que, para convencer alguém a colocar um hardware no rosto, o design precisa ser mesmo acertado.

É o que o Facebook está propondo com sua nova parceria com a tradicional fabricante de óculos Ray-Ban, considerada um “clássico” pelo seu design atemporal que vestiu celebridades e políticos ao longo das décadas.

Leia também

A empresa de Mark Zuckerberg revelou que trabalha junto com a fabricante para, em 2021, lançar seus próprios óculos inteligentes, cujas funções ainda não foram detalhadas.

Preocupações de privacidade – que são muitas – à parte, o brasileiro Hugo Barra, vice-presidente de realidade virtual do Facebook comentou no Twitter sobre a parceria:

“Um pequeno grupo nosso do Facebook Reality Labs passou alguns dias na fábrica da Luxottica e no centro de pesquisa e desenvolvimento deles no norte da Itália, mergulhando no processo de desenvolvimento.”

Um vídeo compartilhado por Barra inclui a mensagem: “o futuro é um clássico”, referência à integração do design da Ray-Ban com a tecnologia do Facebook.

Será dessa vez que finalmente os óculos inteligentes terão apelo estético junto ao público? Tomara que eles não exibam anúncios bem na nossa retina!

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube