Mercado fechará em 2 h 31 min
  • BOVESPA

    123.198,02
    +682,28 (+0,56%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.209,28
    +339,80 (+0,67%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,65
    -0,61 (-0,86%)
     
  • OURO

    1.814,00
    -8,20 (-0,45%)
     
  • BTC-USD

    38.252,93
    -1.467,32 (-3,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    932,95
    -10,49 (-1,11%)
     
  • S&P500

    4.412,35
    +25,19 (+0,57%)
     
  • DOW JONES

    35.041,75
    +203,59 (+0,58%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    15.029,25
    +76,50 (+0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1965
    +0,0524 (+0,85%)
     

'Ser neutro é ser conivente': Rizek chama UEFA de 'patética' após proibição ao uso da bandeira LGBT

·2 minuto de leitura


A Uefa rejeitou um pedido feito por Dieter Reiter, prefeito de Munique, para que a Allianz Arena fosse iluminada por fora com as cores do arco-íris. O governante gostaria de fazer um protesto contra uma lei anti-LGBT aprovada na Hungria no confronto entre alemães e húngaros pela Eurocopa. A decisão foi repudiada por jornalistas de todo o mundo. Entre eles, André Rizek classificou a nota da UEFA como "patética" e criticou a ação "conivente" da entidade.
+ Confira a classificação dos grupos da Eurocopa 2020!

- A Hungria tem um governo de extrema-direita escolhido pela população que assim o quis. Governos de extrema-direita tem como característica se posicionar contra a política a inclusão de minorias, no caso a comunidade LGBT. Em protesto a essa lei aprovada na Hungria, Munique queria pintar sua arena com as cores da bandeira LGBT. A UEFA não permitiu - começou

- A UEFA soltou uma nota que, sinceramente, foi uma das coisas mais patéticas que eu já li. A entidade se diz contra qualquer tipo de preconceito, mas não iria permitir essa faixa amanhã por ser uma entidade neutra politicamente. Como se a campanha contra a homofobia fosse uma questão política e não humanitária - completou

Em seguida, o apresentador aborda a comemoração húngara pela reprovação da UEFA sobre o movimento LGBT para criticar a postura da entidade europeia.

- No meu entendimento, ser neutro contra o preconceito é ser conivente com o preconceito. Há questões que você não pode ser neutro. Entre eles o preconceito, seja ele racial ou contra orientação sexual das pessoas. Lamento esta nota pífia que a UEFA soltou - criticou André Rizek.

Clubes alemães e jogadores se posicionaram contra a ação da UEFA nas redes sociais. O Schalke 04 publicou que "não é uma provocação, é fazer a coisa certa".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos