Mercado fechará em 4 h 14 min
  • BOVESPA

    111.539,72
    -2.254,56 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.740,97
    -451,36 (-0,86%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,60
    -1,01 (-1,39%)
     
  • OURO

    1.754,00
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    47.590,79
    -349,84 (-0,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.207,25
    -18,28 (-1,49%)
     
  • S&P500

    4.438,34
    -35,41 (-0,79%)
     
  • DOW JONES

    34.553,96
    -197,36 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.944,02
    -83,46 (-1,19%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2190
    +0,0342 (+0,55%)
     

Ser Educacional compra Prova Fácil e entra no mercado de gestão de provas

·1 minuto de leitura

(Reuters) - O grupo de educação Ser Educacional anunciou nesta sexta-feira acordo para a aquisição da Starline Tecnologia S.A., proprietária da plataforma Prova Fácil, entrando no mercado de gestão de provas.

De acordo com fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que não trouxe o valor do negócio, a transação terá sinergias importantes.

"Além do investimento na aceleração da Prova Fácil, com sua expertise no segmento, e base de faturamento líquido anual de 6 milhões de reais, a Ser Educacional integrará seu banco de mais de 1,5 milhão de questões da Prova Colegiada, sistema próprio de avaliação semestral que a Ser Educacional utiliza como forma de avaliar o desempenho acadêmico de seus alunos", afirmou.

Todos os executivos da EdTech continuarão à frente da Prova Fácil e ainda contarão com o apoio financeiro e estratégico da Ser Educacional, acrescentou a companhia.

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos