Mercado fechado

Sequência de Coringa já é discutida pelo ator Joaquin Phoenix

Rafael Arbulu

Joaquin Phoenix está colhendo os louros de uma ótima atuação como o protagonista do filme Coringa, que remonta à origem (ou uma história de origem entre muitas) do vilão conhecido como o maior rival do Batman e um dos personagens mais icônicos da DC. Para a felicidade de muitos e desgosto de alguns, parece que isso não deve acabar tão cedo, já que o ator começou a falar em uma possível sequência.

Segundo uma entrevista recente, concedida por Phoenix ao jornal Los Angeles Times, durante o início das filmagens do longa, o ator já conversava com o diretor Todd Phillips sobre um segundo filme: “Bem antes do lançamento ou mesmo de termos qualquer ideia de que [o filme] faria sucesso, já falávamos em sequências. Na segunda ou terceira semana das filmagens, eu falava ‘Todd, será que você pode começar a trabalhar em uma sequência? Tem coisa demais para explorarmos’. Foi meio que uma brincadeira — só que não”.

Joaquin Phoenix dá vida ao Coringa em novo filme, que remonta à origem do vilão

É claro que, oficialmente, não há qualquer informação da DC ou da Warner quanto à produção de um segundo (ou mais) filme, e o contrato de atuação assinado por Joaquin Phoenix especificamente mencionava Coringa como sendo uma produção singular.

Buscando comentários do próprio diretor, o Times falou com Phillips, que respondeu: "A gente não falou muito disso. Mencionamos apenas o fato de que se um dia fizéssemos uma [sequência] — e eu não estou dizendo que estamos porque, agora, não estamos — não poderia ser apenas um filme louco e selvagem sobre o Príncipe Palhaço do Crime. Isso não nos interessa. Teria que trazer alguma ressonância temática de uma forma similar ao que este filme faz”, disse Phillips. Joaquin Phoenix concordou: "Eu não faria uma sequência simplesmente porque o primeiro teve sucesso e bilheteria. Isso seria ridículo”.

Um encontro com o Morcego?

Cenários que justificariam uma sequência de Coringa são variados, mas o mais óbvio é o fato de que a DC e a Warner estão novamente reformulando a marca do Batman nos cinemas: o herói que se opõe à vilania louca do Coringa está novamente passando por um renascimento. Depois do sucesso de Christian Bale no papel do personagem durante a trilogia dirigida por Christopher Nolan, o ator Ben Affleck assumiu o manto do Morcego nas malfadadas produções de Batman versus Superman e Liga da Justiça.

Hoje, Robert Pattinson (Um Retrato de James Dean; Cosmópolis) vai viver o papel de Bruce Wayne em uma história que remonta às origens e formação do Homem-Morcego. O Coringa passou por uma trajetória similar: depois de o falecido Heath Ledger viver um Palhaço do Crime tão celebrado em Cavaleiro das Trevas, Jared Leto acabou amplamente descartado pela crítica e público pelo seu desempenho como o vilão em Esquadrão Suicida. A entrada de Joaquin Phoenix como o novo Coringa é a redenção do personagem.

Robert Pattinson assumirá o manto do Cavaleiro das Trevas em novo filme do Batman, que deve contar os primórdios do herói, desde o treinamento até o início de sua cruzada contra o crime em Gotham

Dado o fato que ambos os personagens passam por momentos similares: uma representação extremamente poderosa seguida de outra não tão bem quista e uma reformulação, há quem pense que os dois personagens devem se encontrar em algum momento.

Oficialmente, porém, isso não deve acontecer: no passado, o diretor Todd Phillips concedeu entrevistas anulando a chance de um confronto entre o herói sombrio e o vilão sorridente. “Não, absolutamente não”, ele disse à Variety durante o Festival de Cinema de Toronto, em setembro deste ano.

Ainda assim, há quem possa sonhar com isso: como você enxerga um encontro entre o Batman de Pattinson e o Coringa de Phoenix?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: