Mercado abrirá em 47 mins
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,62
    -0,87 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.796,70
    -11,50 (-0,64%)
     
  • BTC-USD

    29.795,37
    -554,27 (-1,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    667,66
    -13,45 (-1,97%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.411,86
    -6,29 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.330,75
    -52,00 (-0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2786
    +0,0195 (+0,37%)
     

Senadores dos EUA buscam reduzir poder do Google sobre anúncios

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- Um grupo bipartidário de senadores americanos pretende apresentar ainda nesta semana legislação que obrigaria o Google da Alphabet a vender partes de seu lucrativo negócio de tecnologia de publicidade, segundo duas pessoas familiarizadas com o assunto.

O projeto de lei, liderado pelo senador Mike Lee, um republicano de Utah, proibiria empresas com mais de US$ 20 bilhões em receita de publicidade digital de deterem as ferramentas que ajudam a comprar e vender anúncios online e operar a bolsa onde essas transações ocorrem.

A medida também obrigaria as empresas com mais de US$ 5 bilhões em receita de publicidade digital a agir de acordo com os interesses dos clientes e fornecer maior transparência na coleta de dados, nos termos de licitações vencedoras e nas taxas cobradas - o que teria grandes implicações para o Google, Amazon e Meta, dona do Facebook e do Instagram.

O senadores democratas Amy Klobuchar de Minnesota e Richard Blumenthal de Connecticut também são relatores da proposta, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas porque os planos para apresentar o projeto ainda não são públicos.

Representantes do Google, Amazon e Facebook e um porta-voz de Lee não responderam imediatamente a pedidos de comentários.

O domínio do Google no mercado de tecnologia de publicidade - as ferramentas usadas para comprar, vender e exibir os anúncios online que ajudam a financiar muitos sites - tem sido objeto de intenso escrutínio antitruste.

Procuradores-gerais de 15 estados, além de Porto Rico, processaram o Google em dezembro de 2020 por supostamente monopolizar o mercado. O processo, liderado pelo Texas, acusa o Google e o Facebook, de supostamente fazer um pacto ilegal secreto em 2018 para dividir o mercado de anúncios em sites e aplicativos.

Tanto o Facebook quanto o Google negam que seu acordo tenha sido ilegal.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos