Mercado fechado

Senadores democratas querem que FAA divulgue dados sobre revisão do 737 MAX

·1 minuto de leitura

(Reuters) - Os senadores democratas Richard Blumenthal e Ed Markey pediram à Federal Aviation Administration (FAA) para tornar públicos todos os dados e informações usados para justificar o retorno do 737 MAX da Boeing ao serviço e divulgar quaisquer objeções internas levantadas por funcionários da FAA.

A FAA propôs exigir uma série de atualizações de software e outras alterações antes que o 737 MAX pudesse retornar ao serviço. O avião está suspenso desde março de 2019, depois que dois acidentes em cinco meses mataram 346 pessoas.

"Uma transparência robusta é necessária para garantir que especialistas independentes e o público possam avaliar se esta aeronave é realmente segura antes de voar novamente", escreveram os senadores. A Boeing e a FAA não comentaram imediatamente.

(Por David Shepardson)