Mercado abrirá em 2 mins
  • BOVESPA

    123.576,56
    +1.060,82 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,28
    -1,28 (-1,81%)
     
  • OURO

    1.829,70
    +15,60 (+0,86%)
     
  • BTC-USD

    38.734,69
    +323,33 (+0,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    948,53
    +5,09 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.122,88
    +17,16 (+0,24%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.033,25
    -13,00 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1713
    +0,0058 (+0,09%)
     

Senadora dos EUA pede revisão de compra da MGM pela Amazon

·2 minuto de leitura
Senadora dos EUA pede revisão de compra da MGM pela Amazon
Senadora dos EUA pede revisão de compra da MGM pela Amazon

No último mês de maio, a gigante Amazon, do bilionário Jeff Bezos, decidiu comprar o estúdio cinematográfico de Hollywood MGM. Agora, mais de um mês depois, a senadora Elizabeth Warren pediu à Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) uma revisão meticulosa da aquisição do estúdio pela big tech.

Para a senadora, o acordo pode prejudicar os consumidores, além de ter efeitos anticompetitivos no meio do streaming e fora. O negócio movimentará, de acordo com o The Wall Street Journal, quase US$ 8,5 bilhões (aproximadamente R$ 42,25 bilhões, em conversão direta)

Leia mais:

Warren enviou uma carta a Lina Khan, recém-empossada presidente da FTC, publicada pelo site The Verge, a senadora pediu que órgão examine de modo específico e cuidadoso também os impactos em produtos de entretenimento.

“Além dos impactos mais amplos que esta transação pode ter sobre os trabalhadores, pequenas empresas e a concorrência em geral, uma vez que a Amazon – que já domina vários mercados – acelera seu comportamento monopolista agressivo”, diz o texto da senadora.

A FTC, por sua vez, revisa o acordo como parte de uma investigação antitruste dos negócios da empresa de Bezos. Para persuadir a comissão a examinar tudo com mais minúcia, Elizabeth Warren citou a Seção 7 da Lei Antitruste Clayton.

Wikimedia Commons/Olhar Digital
O acordo de compra do MGM pela Amazon deve movimentar quase US$ 8,5 bilhões. Imagem: Wikimedia Commons/Olhar Digital

A legislação destacada pela senadora impede fusões cujos resultados podem “reduzir substancialmente a concorrência ou tender a criar um monopólio”. O argumento dela é que o grande impacto econômico da Amazon beneficia o serviço de streaming Prime Video fortalecendo sua posição no mercado.

Quando a Amazon anunciou que havia fechado o acordo para adquirir o estúdio de cinema, o vice-presidente sênior da Prime Video e Amazon Studios Mike Hopkins disse que a empresa se interessou pela MGM por ser um “tesouro” para o catálogo que planejam construir com a equipe do estúdio.

Warren, porém, parece não se convencer disso. Ela escreveu que a tática usada pela Amazon, ao operar com prejuízo financeiro e preços baixos para acumular clientes e capturar o mercado, já funcionou antes. “A FTC deve determinar se essa aquisição é uma estratégia de entretenimento ou apenas mais um passo em direção à monopolização irrestrita”, completou.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos