Mercado abrirá em 6 h 19 min

Senador pede ao STF apreensão de passaporte de Weintraub

Ex-ministro da Educação escreveu em suas redes sociais que está saindo do Brasil "o mais rápido possível" (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub pode ser impedido de deixar o país para assumir um cargo no Banco Mundial. 

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

O senador Fabiano Cantarato (Rede-ES) protocolou, na manhã desta sexta-feira (19), pedido de apreensão do passaporte de Weintraub, no âmbito do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga fake news. 

Leia também

Ele é investigado por suas declarações na reunião ministerial do dia 22 de abril, quando chamou os ministros da Corte de “vagabundos” e afirmou que, por ele, “botava esses vagabundos na cadeia”. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Com isso, o ex-ministro fica proibido de sair do país. Ele foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para um cargo de diretor do Banco Mundial, com sede em Washington, nos Estados Unidos.

Nesta sexta, o agora ex-ministro informou, em suas redes sociais, que pretende deixar o Brasil “o mais rápido possível”, o que, segundo ele, deverá acontecer em “poucos dias”.

"Aviso à tigrada e aos gatos angorás (gov bem docinho). Estou saindo do Brasil o mais rápido possível (poucos dias). NÃO QUERO BRIGAR! Quero ficar quieto, me deixem em paz, porém não me provoquem”, escreveu o ex-ministro.


Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.