Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.725,02
    -445,42 (-1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Senador pede quebra de sigilo do bilionário Carlos Wizard na CPI da Covid

·1 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 02.12.2019 - O empresário Carlos Wizard no coquetel para entrega do prêmio
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 02.12.2019 - O empresário Carlos Wizard no coquetel para entrega do prêmio

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Além de solicitar que Carlos Wizard seja ouvido na CPI da Covid, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) também pediu nesta segunda (17) a quebra de sigilos do empresário, de março de 2020 até agora.

O parlamentar quer informações sobre as ligações telefônicas que Wizard fez e recebeu, além de mensagens, localização e pesquisas no Google e nas redes sociais.

Também pede dados fiscais, com rendimentos e declarações, e registros bancários, incluindo todas as contas de depósitos, poupança e outros bens.

Segundo o requerimento, o objetivo é analisar se houve aumento do patrimônio ou transferência de recursos para campanhas do governo.

De acordo com Vieira, os registros podem indicar a participação de Wizard nas discussões do governo sobre a gestão da pandemia.

"As quebras de sigilo são fundamentais para entender essa rede paralela de relacionamentos que passou a interferir diretamente na gestão pública", diz Vieira.​

O senador diz que quer apurar sobre um suposto "ministério paralelo da saúde", que teria envolvimento de Wizard na defesa do uso de remédio sem eficácia e da imunidade de rebanho.

“Ao lado da médica Nise Yamaguchi, o sr. Wizard teria tentado incluir o tratamento contra Covid-19 na bula da cloroquina por decreto presidencial”, diz o senador no requerimento.

O pedido ainda não foi apreciado.