Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.474,65
    +770,71 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Senado dos EUA aprova projeto de infraestrutura em votação bipartidária

·1 minuto de leitura
Vista geral do Capitólio em Washington

Por David Morgan e Richard Cowan

WASHINGTON (Reuters) - O Senado dos Estados Unidos aprovou por uma ampla margem nesta terça-feira avançar com o projeto de infraestrutura de 1 trilhão de dólares, maior prioridade do presidente Joe Biden para renovar estradas e pontes, com suporte tanto de republicanos quanto de democratas.

A votação por 66 a 28 foi considerada por parlamentares de ambos os partidos como sinal de que Washington é capaz de trabalhar, mesmo com fortes diferenças partidárias, sobre um pacote que impulsionaria a economia e facilitaria a mobilidade dos norte-americanos.

Em um sinal da complexidade tanto da proposta quanto da política em torno dela, a votação foi suspensa por mais de 45 minutos, conforme os parlamentares questionavam como isso iria afetar o acesso à internet de banda larga. O senador republicano Rob Portman disse que os parlamentares ficaram confusos com as diferentes versões do projeto.

Os senadores deverão trabalhar durante o fim de semana no plano, que pode elevar dramaticamente os gastos do país em estradas, pontes, trânsito e aeroportos. Defensores dele preveem que o plano passará no Senado e na Câmara, chegando por fim à mesa de Biden para que seja sancionado.

O pacote inclui cerca de 550 bilhões de dólares em novos gastos, além dos 450 bilhões de dólares que já haviam sido aprovados. Também inclui dinheiro para eliminar tubulações de água e construir estações de recarga para veículos elétricos.

O projeto não inclui financiamento para mudança climática e iniciativas sociais que os democratas querem aprovar em um projeto separado de 3,5 trilhões de dólares sem o suporte republicano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos