Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.379,05
    -3.452,30 (-8,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Semana de trabalho de cinco dias no escritório pode não retornar

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- Pode não haver volta para a semana de cinco dias no escritório, segundo pesquisa com assalariados em 25 países.

Most Read from Bloomberg

Tanto funcionários de diversas categorias quanto gerentes disseram que trabalhar de casa durante a pandemia foi positivo para o desempenho e o bem-estar, de acordo com relatório da OCDE. A proporção de funcionários em home office pelo menos um dia por semana deve ser muito maior do que antes da pandemia.

Um outro estudo realizado por pesquisadores da OCDE sobre ofertas de emprego no site Indeed revelou que o aumento significativo do teletrabalho anunciado durante os lockdowns da Covid só foi ligeiramente revertido quando as restrições foram flexibilizadas.

“Esses resultados sugerem que o teletrabalho veio para ficar, especialmente em países com altos níveis de preparação digital”, disseram os pesquisadores.

Uma mudança fundamental e duradoura rumo ao teletrabalho teria implicações significativas para a estrutura das economias, em termos de produtividade, direitos dos trabalhadores e cuidados infantis, por exemplo.

Para se adaptar, pesquisadores que analisaram os resultados da pesquisa disseram que governos devem garantir uma cobertura confiável de Internet, definir regulamentações para tornar o teletrabalho possível e fornecer treinamento para os que correm risco de serem deixados para trás em um mundo com trabalho remoto, incluindo mulheres e funcionários de empresas de pequeno porte. Também disseram que os trabalhadores devem ser protegidos contra uma carga muito pesada no teletrabalho.

De acordo com entrevistados na pesquisa, a quantidade ideal de teletrabalho é de dois a três dias por semana para equilibrar os benefícios, como menos deslocamento e menos distrações em casa, com as desvantagens, como comunicação prejudicada e perda de interações casuais.

“Há poucas dúvidas de que a experiência adquirida durante a pandemia com o home office afetará de maneira crucial a organização do trabalho nos próximos anos”, disseram os pesquisadores.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos