Mercado fechado

Sem vencedor! Atlético-GO e Fortaleza empatam sem gols

·3 minuto de leitura


Mais um confronto aconteceu pela 4ª rodada do Brasileirão Série B nesta quinta-feira, 17. Dessa forma, jogando no Antônio Accioly, o Atlético-GO recebeu o Fortaleza, em busca dos três pontos para chegar, enfim, ao G4. Em uma partida bastante equilibrada e com o Dragão desperdiçando boas oportunidades, o duelo terminou no zero.

Depois dessa partida, o Atlético entra em campo no próximo domingo, 20, pelo Brasileirão. O time enfrenta o Athletico, na Arena da Baixada. Enquanto isso, o Fortaleza, que segue na liderança, joga no mesmo dia, em casa, diante o Fluminense.

COMEÇO PERIGOSO
Em busca dos três pontos para chegar na parte de cima da tabela, o Atlético-GO foi o primeiro a assustar. Aos 11, Janderson chutou de primeira para a defesa de Felipe Alves. No entanto, o Fortaleza não ficou para fora, também tendo chances de abrir o placar nos minutos iniciais. Yago Pikachu cobrou falta para a área, e Tinga subiu mais alto que todos, mas cabeceou para fora.

Na sequência, Janderson cruzou forte, e a defesa do Leão tirou em partes. Assim, na sobra, João Paulo tentou o chute, mas acertou na marcação. Aos 19, depois de cobrança de escanteio, Tinga pegou de primeira. Fernando Miguel evitou o gol do Tricolor. No minuto seguinte, João Paulo chutou a bola em cima de Marcelo Benevenute, desperdiçando a oportunidade.

PRESSÃO, MAS SEM GOLS
O Dragão seguiu pressionando e, aos 27, fez ótima jogada para cima de Tinga, cruzando forte. Assim, Marlon tentou finalizar dentro da área, mas a arbitragem pegou toque de mão do volante. Na sequência, a partida ficou mais truncada, com poucas chances sendo criadas. Aos 42, o Fortaleza tentou de novo, dessa vez com Pikachu, mas a defesa rubro-negra cortou.

RECOMEÇO COM GRANDES CHANCES
Logo no primeiro minuto após do intervalo, Natanael teve grande chance. O jogador cortou para o pé direito e chutou, mas Marcelo Benevenuto desviou. Como resposta, Wellington Paulista cruzou, e Fernando Miguel afastou. Na sequência, Romarinho sofreu uma falta de Willian Maranhão na área, e o árbitro assinalou pênalti. No entanto, seguiu o assistente, que marcou impedimento.

TRUNCADO E GRANDE OPORTUNIDADE DO DRAGÃO
Depois do lance, o árbitro foi checar uma possível expulsão de Felipe, do Fortaleza. No entanto, apenas deu amarelo. Com isso, as equipes voltaram a ficar equilibradas, com poucas chances sendo perigosas. Assim, aos 23, Janderson perdeu uma boa oportunidade. Na cara do gol, mandou à esquerda, em cima de Felipe Alves. Dois minutos depois, Natanael cobrou falta com perigo, mandando por todo mundo, e a bola foi para escanteio.

Na sequência, foi a vez de Lucão, que havia acabado de entrar, assustar a meta de Felipe Alves. O jogador recebeu cruzamento, dominou e chutou para fora. No final da partida, um integrante da comissão do Dragão foi expulso por retardar o duelo. No entanto, já era tarde para qualquer movimento. A partida terminou zerada.

FICHA TÉCNICA
Atlético-GO 0 x 0 Fortaleza
Local: Antônio Accioly, em Goiânia
Data/Horário: 17 de junho de 2020 (quinta-feira), às 19h
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor e Leirson Peng Martins
Cartões amarelos: Igor Cariús, Natanael e Willian Maranhão (Atlético-GO); Felipe (Fortaleza)

Atlético-GO: Fernando Miguel; Dudu, Nathan Silva, Oliveira e Igor Cariús (Arthur Gomes, 42’/2°T); Willian Maranhão, Marlos Freitas e João Paulo; Janderson (André Luís, 42’/2°T), Zé Roberto (Lucão, 22‘/2°T) e Natanael. Técnico: Eduardo Barroca.

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto, Titi e Carlinhos (Luiz Henrique, 20‘/2°T); Éderson, Felipe, Matheus Vargas e Yago Pikachu; Wellington Paulista (David, 20‘/2°T) e Romarinho (Robson, 33‘/2°T). Técnico: Juan Vojvoda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos