Mercado abrirá em 2 h 22 min
  • BOVESPA

    111.399,91
    +2.506,91 (+2,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.895,63
    +1.116,73 (+2,67%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,68
    +0,13 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.826,00
    +7,10 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    19.173,06
    +193,80 (+1,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    375,99
    -3,87 (-1,02%)
     
  • S&P500

    3.662,45
    +40,82 (+1,13%)
     
  • DOW JONES

    29.823,92
    +185,32 (+0,63%)
     
  • FTSE

    6.389,00
    +4,27 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.532,58
    -35,10 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.800,98
    +13,44 (+0,05%)
     
  • NASDAQ

    12.446,25
    -6,00 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3032
    -0,0038 (-0,06%)
     

Sem Tempo para Morrer | Vilão do novo 007 deve ser o mais assustador de todos

Laísa Trojaike
·3 minuto de leitura

A jornada de Daniel Craig como 007 chega ao fim em Sem Tempo para Morrer e claro que o fechamento dessa era deve ser espetacular e grandioso. Rami Malek é o próximo grande vilão e as novas informações são de que ele não será menos que épico. De acordo com uma matéria publicada na GQ, boa parte da equipe criativa do filme acredita que o Safin de Malek será o “maior, mais assustador e mais destruidor vilão de Bond até então”.

Até agora, os filmes de 007 estrelados por Craig tiveram atores renomados e de peso nos papéis de vilões e vale lembrar a lista: o Le Chiffre de Mads Mikkelsen, o Mr. White de Jesper Christensen, o Dominic Greene de Mathieu Amalric, o Silva de Javier Bardem, o Blofeld de Christoph Waltz, o Hinx de Dave Bautista e o C de Andrew Scott. Mas nenhum deles será páreo para o Safin de Malek, dizem.

Rami Malek como Safin em Sem Tempo Para Morrer (Imagem: Reprodução/MGM)
Rami Malek como Safin em Sem Tempo Para Morrer (Imagem: Reprodução/MGM)

Malek comentou sobre isso em entrevista à GQ e falou que sabia muito bem o que estava em jogo quando aceitou o papel de vilão desse último James Bond: “É um filme do 007. Eles fazem parte da nossa história cinematográfica. Uma oportunidade de ir de igual para igual, cara a cara com Daniel e dar a eles tudo que eu tenho? Isso é algo que vou lembrar como tão grande quanto possível.”

Daniel Craig, que também participou da entrevista, comentou sobre o talento de Malek no papel:

“Quando você está trabalhando com Rami, você sabe que ele está ciente de todas essas coisas. Ele tem um cérebro grande e ativo, então eu sei que ele está apertando todos os botões certos… Rami me conhece. Ele entende o peso do que está interpretando. Ele entende que está interpretando um vilão do Bond – o que isso significa, o que significa historicamente e os tipos de vilões do Bond que vieram antes. Rami é muito bom em seu trabalho. Quero dizer, isso é um eufemismo.”

Safin com a máscara que já o tornou icônico muito antes do lançamento do filme (Imagem: Reprodução/MGM)
Safin com a máscara que já o tornou icônico muito antes do lançamento do filme (Imagem: Reprodução/MGM)

Os créditos de desenvolvimento do vilão, no entanto, não são exclusivamente de Malek, claro. O trabalho de construção de personagem em um filme é sempre coletivo e o diretor, no caso Cary Joji Fukunaga, é essencial nesse processo. Diretor e ator se reuniram para discutir “o que realmente nos assustaria, o que provocaria um verdadeiro pânico nos nossos corações”, o que significa que podemos esperar fortes emoções em Sem Tempo Para Morrer.

Já que o intuito é assustar, não é choque algum que o próprio Fukunaga tenha deixado claro que a intensidade do vilão de Malek o aproxime muito mais de um vilão de terror do que de um vilão típico do universo James Bond. “Assim que entrarmos no território de Christoph Waltz/Blofeld, você não pode ficar pequeno novamente. Tínhamos que pensar grande. É complicado porque você não quer fazer um supervilão clichê, mas você tem que fazer alguém que ameace não apenas Bond e as pessoas que ele ama, mas o mundo em geral.”

Aguardado para este ano, 007 - Sem Tempo Para Morrer acabou sendo adiado mais uma vez, agora para 2 de abril de 2021. A entrevista só ajuda a construir o hype pelo filme, que já está bem alta por ser a finalização da saga de Daniel Craig como 007, um dos mais amados intérpretes do personagem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: