Mercado fechado

Sem Guerrero e Pottker, Coudet precisa quebrar a cabeça para escalar o ataque

LANCE!
·1 minuto de leitura


Após as lesões de Paolo Guerrero e William Pottker, o Internacional não teve alternativa e colocou a sua diretoria no mercado para acertar a chegada de um nome de peso ao setor ofensivo.

O primeiro nome escolhido foi Alexandre Pato. Revelado pelo time do Beira-Rio, o atacante é identificado com o Inter e rescindiu o seu vínculo com o São Paulo. Ciente da situação, o Colorado apresentou uma oferta e aguarda a resposta.

O problema é que a concorrência pelo jogador é imensa e Rodrigo Caetano, homem forte do futebol do Internacional, adotou um tom pessimista ao afirmar que o clube não vai esperar pelo jogador.

Enquanto não vem um nome de fora, Eduardo Coudet terá que quebrar a cabeça e buscar uma solução no elenco, que não é tão grande.

O que surge com mais favoritismo é Thiago Galhardo. Apesar de não ser um artilheiro de origem, ele pode ocupar espaço como referência. Outro que pode ocupar a vaga de Guerrero é Yuri Alberto, mas o jovem chegou recentemente ao Beira-Rio e precisa se adaptar ao estilo de Coudet.

Além da dupla citada acima, Coudet pode utilizar Marcos Guilherme e Peglow, mas ambos têm a característica de jogar pelos lados do campo, ou seja, caso aposte neles, o treinador teria que mudar o esquema tático.