Mercado abrirá em 9 h 56 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,65
    +0,29 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.784,70
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    50.318,96
    -165,22 (-0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.316,72
    +11,60 (+0,89%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    24.234,66
    +237,79 (+0,99%)
     
  • NIKKEI

    28.837,27
    -23,35 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    16.386,00
    -6,25 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2768
    +0,0027 (+0,04%)
     

Sem funcionários, empresas dos EUA estão colocando robôs para trabalhar

·1 min de leitura
4,3 milhões de norte-americanos pediram demissão em agosto. Foto: Getty Images.
4,3 milhões de norte-americanos pediram demissão em agosto. Foto: Getty Images.
  • “Grande Resignação” é o nome dado à escassez de mão de obra por causa da pandemia;

  • De acordo com o Departamenteo de Trabalho dos Estados Unidos, 4,3 milhões de norte-americanos pediram demissão em agosto;

  • Como efeito, parece que as pequenas empresas estão cada vez mais achando solução em robôs e na inteligência artificial.

De acordo com resultados recentes de uma pesquisa realizada pela Verizon, 30% das pequenas empresas norte-americanas participantes do estudo já estão adotando soluções digitais, para compensar a falta de trabalhadores durante a pandemia.

Entre algumas da tecnologias usadas estão robôs que fazem a leitura e varredura de prateleiras para gerenciar estoques nos supermercados. Outros exemplos são mecanismos que estão tomando o trabalho dos garçons em restaurantes, assim como modelos de tecnologia de entrega e aqueles fazem limpeza de banheiros.

Leia também:

Segundo o estudo, mais de 600 pequenas empresas dos Estados Unidos estão adotando ferramentas digitais para compensar a falta de trabalhadores durante a pandemia. Cada vez mais, grandes e menores empresas estão investindo em software e hardware.

De acordo com uma recente reportagem de um site norte-americano, muitos empregadores estão recorrendo a robôs para fazer todo o tipo de serviço.

Para as empresas que ainda empregam pessoas, muitas o estão fazendo por meio de ferramentas de recrutamento virtual, baseadas em inteligência artificial.

As informações são da Forbes e do The Hill.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos