Mercado fechará em 4 h 19 min
  • BOVESPA

    112.919,73
    +1.735,77 (+1,56%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.320,15
    -57,32 (-0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,77
    +1,49 (+2,43%)
     
  • OURO

    1.715,80
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    49.412,36
    -1.678,57 (-3,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    991,21
    +4,00 (+0,41%)
     
  • S&P500

    3.819,85
    +0,13 (+0,00%)
     
  • DOW JONES

    31.305,03
    +34,94 (+0,11%)
     
  • FTSE

    6.636,28
    -39,19 (-0,59%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.603,75
    -78,00 (-0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7359
    -0,0428 (-0,63%)
     

Sem citar nome, Doria cutuca Bolsonaro elogiando fala de Fux: 'Brasileiros de bem agradecem'

João de Mari
·2 minuto de leitura
Brazil's President-elect Jair Bolsonaro, left, listens to Sao Paulo's Governor-elect Joao Doria, during a meeting with the Governors-Elect Forum, in Brasilia, Brazil, Wednesday, Nov. 14, 2018. Bolsonaro will be sworn in on Jan. 1. (AP Photo/Eraldo Peres)
“Parabéns ao Presidente do STF, Luiz Fux, pelas palavras em defesa da democracia e contra o negacionismo durante a pandemia. Os brasileiros de bem agradecem!”, afirmou Doria em seu Twitter após a coletiva (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

O governador João Doria (PSBD-SP) cutou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (1º) no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. Sem citar o nome de Bolsonaro, Doria elogiou a fala do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro Luiz Fux, que criticou manifestações negacionistas de autoridades em relação à pandemia do coronavírus.

“Parabéns ao Presidente do STF, Luiz Fux, pelas palavras em defesa da democracia e contra o negacionismo durante a pandemia. Os brasileiros de bem agradecem!”, afirmou Doria em seu Twitter após a coletiva.

Mais cedo, Doria já havida dito que a fala do ministro foi uma “lição de democracia”. “Quero também destacar, neste sentido, o brilhante discurso do presidente do STF, Luiz Fux, feito essa manha. Ministro Luiz Fux deu uma lição de democracia”, ressaltou.

Leia também

Durante a primeira sessão do ano do STF, nesta segunda-feira (1º), o ministro citou o caso do presidente do TJ-MS, o desembargador Carlos Eduardo Contar, que chamou de “irresponsável, covarde e picareta” quem defende a prevenção à Covid pelo isolamento social. O discurso do desembargados, proferido na semana passada, foi compartilhado em redes sociais pelo Bolsonaro — que, por sua vez, estava ao lado de Fux no discurso desta manhã.

“Não tenho dúvidas de que a ciência, que agora conta com a tão almejada vacina, vencerá o vírus; a prudência vencerá a perturbação; e a racionalidade vencerá o obscurantismo. Para tanto, não devemos dar ouvidos às vozes isoladas, algumas inclusive no âmbito do Poder Judiciário”, diz trecho da fala do ministro.

Eleições na Câmara e Senado

Durante a coletiva, o governador de São Paulo ainda citou as eleições para presidente da Câmara dos Deputados e do Senado. Ele pediu para que o “poder legislativo seja preservado”, pois “isso é um pilar de qualquer democracia”.

“Brasil está entrando em um momento crítico, extremamente crítico, mais do que vive atualmente. Para superar esse momento crítico, vamos precisar mais que nunca de diálogo, responsabilidade, senso de urgência, respeito pela vida e respeito pela democracia”, concluiu.

Novas doses da vacina

Além disso, o governo de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira (1º), que espera produzir 17,3 milhões de novas doses da vacina CoronaVac até a primeira quinzena de março. Isso acontecerá porque o estado receberá 11 mil litros de insumos para produção de vacinas contra a Covid-19 até o dia 10 de fevereiro.