Mercado abrirá em 4 h 29 min

Sem Bolsonaro, Fórum de Davos terá foco em Meio Ambiente e presença especial de Greta Thunberg

Foto: AP Photo/Paul White

O Fórum Econômico Mundial anunciou nesta terça-feira (14) sua agenda. Em Genebra, organizadores do encontro anual de Davos adiantaram que o debate dos líderes mundiais terá o clima e os desafios para o planeta como uma de suas pautas. As informações são do jornalista Jamil Chade, em sua coluna no Portal UOL.

O Fórum, que completa 50 anos, contará com mais de 50 chefes de estado. Donald Trump, presidente norte-americano, estará presente. Cerca de 2.800 pessoas estarão em Davos. Uma das iniciativas da edição desse ano é mobilizar recursos para plantar um trilhão de árvores em uma década.

Leia também

Apesar da magnitude do evento, o presidente Jair Bolsonaro cancelou sua participação. Paulo Guedes, ministro da Economia, vai liderar a delegação brasileira, que contará ainda com Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, de acordo as informações da coluna.

Apesar da crise mundial gerada pelo aumento do número de queimadas na Amazônia, o Brasil não mandará nenhum representante do setor do meio ambiente para o evento. Em quatro dias de Fórum, serão 51 sessões dedicadas à ecologia, contra apenas 27 sobre economia.

No dia 22 de janeiro haverá um debate que se tem como título “o futuro sustentável da Amazônia”. Carlos Nobre, um célebre cientista brasileiro e um grande crítico da politica ambiental de Bolsonaro, deve estar presente.

A ativista sueca Greta Thunberg terá um debate especial para realizar uma exposição. Ela participará de uma discussão acerca de como o mundo pode “forjar um caminho sustentável”.

Além de Guedes e Mandetta, outras autoridades brasileiras estão presentes no evento. João Dória, governador de São Paulo, é um exemplo. Além de nomes da política, o apresentador da TV Globo Luciano Huck tem a presença prevista.