Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,39
    -0,23 (-0,31%)
     
  • OURO

    1.832,20
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    39.941,67
    +207,00 (+0,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    946,82
    +16,46 (+1,77%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.078,42
    +61,79 (+0,88%)
     
  • HANG SENG

    26.315,32
    +841,44 (+3,30%)
     
  • NIKKEI

    27.491,07
    -291,35 (-1,05%)
     
  • NASDAQ

    14.860,25
    -177,50 (-1,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0227
    -0,0178 (-0,29%)
     

A seleção da 3ª rodada do Brasileirão

·3 minuto de leitura

Depois de um final de semana de Campeonato Brasileiro, é hora de conhecer os principais destaques. Fique com a seleção da 3ª rodada do Nacional!

1. Daniel (Internacional)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O goleiro colorado fez uma defesa impressionante quando o time já vencia o Bahia por 1 a 0 e demonstrou muita tranquilidade para fechar o gol mesmo com o time inferiorizado numericamente. Está pintando um novo titular?

2. Fagner (Corinthians)

Lateral-direito está acima da média dos concorrentes | Miguel Schincariol/Getty Images
Lateral-direito está acima da média dos concorrentes | Miguel Schincariol/Getty Images

Pode não ter sido uma atuação vistosa, mas é fato que ele cresce em momentos assim pelo Timão. E vamos combinar: parar o ataque do Palmeiras não é fácil.

3. Thiago Heleno (Athletico-PR)

Zagueiro parou por completo o ataque do Grêmio | Alexandre Schneider/Getty Images
Zagueiro parou por completo o ataque do Grêmio | Alexandre Schneider/Getty Images

Simplesmente anulou qualquer ação de ataque do Grêmio durante toda a partida realizada neste domingo, na Arena. Ninguém passou pela muralha do Furacão.

4. Marcelo Benevenuto (Fortaleza)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Fez uma partida absolutamente segura, o suficiente para evitar que o Sport ameaçasse a meta do time cearense, líder do Brasileirão.

5. Guilherme Arana (Atlético-MG)

Lateral voltou com tudo da seleção olímpica | Pedro Vilela/Getty Images
Lateral voltou com tudo da seleção olímpica | Pedro Vilela/Getty Images

A pergunta que se faz é a seguinte: neste momento, tem lateral-esquerdo jogando mais do que ele no futebol brasileiro? O Galo tem certeza que não.

6. Gabriel (Corinthians)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O volante marcou o gol de empate do Timão no clássico contra o Palmeiras. Foi, certamente, o nome de maior destaque em uma atuação bastante segura da equipe do técnico Sylvinho.

7. Patrick (Internacional)

Meio-campista foi um "monstro" em campo | Silvio Avila/Getty Images
Meio-campista foi um "monstro" em campo | Silvio Avila/Getty Images

Fez um partidaço em Pituaçu. Marcou, atacou. Fez, simplesmente, tudo. Se com Miguel Ángel Ramírez ele não produzia, agora...

8. Gerson (Flamengo)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ele está de saída do Rubro-Negro e vai deixar muitas saudades. Comandou o meio-campo do Fla na vitória por 2 a 0 sobre o América-MG.

9. Nacho Fernández (Atlético-MG)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Pediu para entrar em campo mesmo após falecimento da avó e foi o grande destaque da equipe. Um legítimo armador, capaz de fazer a diferença em tudo quanto é partida.

10. Bruno Henrique (Flamengo)

Atacante fez grande atuação no Maracanã | Wagner Meier/Getty Images
Atacante fez grande atuação no Maracanã | Wagner Meier/Getty Images

O atacante deitou e rolou para cima da defesa do Coelho no Maracanã. E, claro, deixou a sua marca.

11. Matheus Babi (Athletico-PR)

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Uma chance de gol foi o suficiente para o centroavante dar mais três pontos para o Furacão. É isso que se espera de um matador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos