Mercado fechará em 3 mins

Segundo turno em Belém: Edmilson e Eguchi trocam acusações no primeiro debate

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
Edmilson Rodrigues e Delegado Federal Eguchi farão o 2º turno em Belém. (Foto: Reprodução/Yahoo Notícias)
Edmilson Rodrigues e Delegado Federal Eguchi farão o 2º turno em Belém. (Foto: Reprodução/Yahoo Notícias)

O primeiro debate do segundo turno da eleição à prefeitura de Belém-PA foi marcado pelo clima quente entre Edmilson Rodrigues (PSOL) e Delegado Eguchi (Patriota). Os candidatos trocaram acusações no encontro transmitido na noite de quinta-feira pela RBA, filiada da TV Bandeirantes no Pará.

Edmilson e Eguchi intercalaram a apresentação de propostas para as mais diversas áreas, como saúde, educação e emprego, com citações de processos judiciais e possíveis delitos cometidos pelo adversário.

Apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, Eguchi lembrou do processo movido contra o adversário em 2016, quando Edmilson foi condenado pela compra de livros sem licitação durante seu período como prefeito de Belém, entre 1997 e 2005.

"Candidato, explique como o senhor está condenado por improbidade administrativa de livros que o senhor comprou, pagou e não recebeu? É assim que o senhor vai tratar a educação do município?", questionou.

Leia também

Edmilson, porém, destacou outra decisão da Justiça, nesta semana, que obrigou Eguchi a retirar postagens sobre o assunto de suas redes sociais. O candidato do PSOL recorreu de sua condenação em 2016 e ainda aguarda decisão judicial sobre o caso.

"Ele é condenado a retirar essas mentiras, os ataques que ele faz a este professor, pai de família, com uma vida acadêmica, com dois mandatos de prefeito, com as conta aprovadas nos oito anos no Tribunal de Contas dos Municípios e da União", disse.

Acuado por Eguchi, Edmilson também apresentou denúncias contra Eguchi, a quem acusou de dificultar as investigações do Ibama contra a extração ilegal de madeira no estado, envolvendo até mesmo o irmão do candidato do Patriotas no assunto.

"O senhor já ouviu falar na operação Ouro Verde, que prendeu seu irmão? O senhor perdeu o cargo na Polícia Federal porque não investigou as sete empresas em que o senhor atuou como advogado, em 2007. Empresas que representava, que cometiam crimes contra a natureza desviando madeira", afirmou. Eguchi negou as acusações e garantiu que seu irmão nunca foi preso.

O primeiro turno da eleição em Belém teve Edmilson como vencedor, com 34,22% dos votos, seguido por Eguchi, com 23,06%.

Eleições em Belém

Cerca de um milhão de eleitores vão definir quem será o prefeito de Belém do Pará em segundo turno. A capital é uma das que tem maiores disputas de extremos: Edmilson Rodrigues (PSOL) vai enfrentar o Delegado Eguchi (Patriota).

Ex-prefeito de Belém, Edmilson liderou a disputa no primeiro turno, ficando com 34.22% dos votos válidos. Chegou, em 2002, a ser pré-candidato pelo PT à presidência, antes de deixar o partido em 2005.

Eguchi fez seu nome na carreira na Polícia Federal e sua pauta é toda baseada na segurança. A vice é Sargento Quemer, do Patriota, que tem 46 anos. Em 2018, disputou o primeiro cargo público, como candidato a deputado federal.

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 moveram praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa foi uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.