Mercado fechará em 1 h 30 min
  • BOVESPA

    108.454,85
    +1.787,20 (+1,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.739,66
    -492,54 (-0,93%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,20
    +1,77 (+2,07%)
     
  • OURO

    1.842,40
    +30,00 (+1,66%)
     
  • BTC-USD

    42.218,55
    +552,82 (+1,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.001,80
    +7,05 (+0,71%)
     
  • S&P500

    4.596,40
    +19,29 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.463,97
    +95,50 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.276,50
    +70,50 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2021
    -0,1050 (-1,66%)
     

Amazon começa a controlar mercado de casamentos

·2 min de leitura
A Amazon controlou quase metade das ações de registro de casamento durante o quarto trimestre de 2021 (Getty Images)
A Amazon controlou quase metade das ações de registro de casamento durante o quarto trimestre de 2021 (Getty Images)
  • Participação da Amazon em seleta lista foi a maior em seis anos

  • Número de registros de casamento deve aumentar nos próximos meses

  • Resultado da pesquisa possui "importância estratégica" para varejistas

Um número crescente de casais está recorrendo à Amazon para preencher seus registros de casamento, ao invés de ir aos varejistas tradicionais, de acordo com os resultados de uma pesquisa recente obtida pelo jornal norte-americano The New York Post - feita pela empresa Baird, e divulgada no último dia 2 de janeiro. Com isso, a Amazon controlou 45% das listagens de registros de casamento durante o quarto trimestre de 2021.

A pesquisa rastreia a frequência com que os casais listam varejistas ou marcas em seus registros online. A “penetração de listagem” do gigante do comércio eletrônico em registros de casamento foi a maior de qualquer empresa desde que Baird começou a rastrear os dados, seis anos atrás.

Leia também:

Casamentos em alta

Os analistas da indústria estão esperando um aumento no número de casamentos nos próximos meses, principalmente pelo fato de a economia dos EUA estar se recuperando da pandemia de COVID-19. Espera-se que pelo menos 2,6 milhões de casais hospedem casamentos em 2022, de acordo com o The Knot - um serviço popular de planejamento de casamento.

Importância estratégica

A CNBC foi a primeira a relatar os resultados da pesquisa, onde Baird observou que os registros de casamento online são de “importância estratégica” para os varejistas. Os registros estão repletos de itens de alta margem e são uma forma potencial para as empresas adquirirem clientes de longo prazo. Mas, ao mesmo tempo em que a Amazon assumiu a ponta, outras empresas viram seus números caírem.

A Bed Bath & Beyond, varejista de artigos domésticos que já dominou este mercado, viu sua participação cair para cerca de 30% no trimestre, também revelou a pesquisa. O número marcou um declínio significativo para a empresa, que controlava uma participação de 44% nas listas de registros de casamento em 2017. Também foi a menor participação para Bed Bath & Beyond na história da pesquisa

Já a Target, com uma participação trimestral de 26%, ficou em terceiro lugar na lista. Cash and Travel ficaram em quarto lugar com 16%, seguidos pelo varejista Crate & Barrel com 15%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos