Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.724,38
    -199,09 (-0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Segunda safra de milho do Paraná cai abaixo de 10 mi t por seca, prevê Deral

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A segunda safra de milho do Paraná 2020/21 foi estimada em 9,8 milhões de toneladas, apontou levantamento do Departamento de Economia Rural (Deral), que reduziu nesta quinta-feira sua projeção em 500 mil toneladas ante o total estimado em maio devido ao impacto da seca.

Até o momento as perdas totais na segunda safra de milho no Paraná, segundo produtor brasileiro do cereal, são estimadas em 4,9 milhões de toneladas, de acordo com o especialista do Deral Edmar Gervásio, que não descarta novas reduções à medida que a colheita avance.

Ele ainda citou preocupações com previsões de geadas.

"Não só geada, mas ainda (a produção) pode ter reflexos da seca, com o início mais forte da colheita no próximo mês podemos ter um cenário mais efetivo da produtividade no campo", disse ele à Reuters.

Com relação a geadas, ele confirmou indicações meteorológicas, mas disse que só é possível ter confirmação do fenômeno climático, previsto para a semana que vem, mais perto do evento.

"O Simepar está prevendo geada pra semana que vem, mas a acuracidade é muito pequena com este prazo, normalmente com 48 horas é mais realista."

Na temporada passada, o Paraná colheu quase 12 milhões de toneladas na segunda safra.

Essa queda esperada ocorre após produtores ampliarem a área plantada em cerca de 10%, para 2,5 milhões de hectares, de olho nos bons preços e desafiando o calendário por conta de um atraso na colheita de soja.

(Por Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos