Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.512,27
    -747,48 (-0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.222,78
    -484,94 (-1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,50
    -1,35 (-3,39%)
     
  • OURO

    1.904,80
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    12.953,87
    -196,16 (-1,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    258,23
    -5,18 (-1,97%)
     
  • S&P500

    3.391,81
    -73,58 (-2,12%)
     
  • DOW JONES

    27.606,50
    -729,07 (-2,57%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.494,34
    -22,25 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    11.431,50
    -232,00 (-1,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6439
    -0,0200 (-0,30%)
     

Secretário de Telecomunicações se diz favorável a leilão 5G com viés não arrecadatório

Rodrigo Carro
·1 minuto de leitura

Vitor Menezes defendeu que sejam zerados os tributos incidentes sobre as conexões de IOT (sigla em inglês para Internet das Coisas) O secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Vitor Menezes, disse nesta terça-feira que a pasta tem como prioridade garantir que o leilão de frequências a serem usadas na prestação do serviço 5G. Menezes garantiu que o ministério é favorável a um certame que não tenha um viés arrecadatório. “Nós concordamos plenamente com um leilão não arrecadatório. Tem sido uma declaração constante do nosso ministro. E, também, uma conversa constante que ele tem tido com os demais setores do nosso governo. Então, nós vamos brigar por isso”, disse Menezes durante seminário virtual promovido pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). O secretário de Telecomunicações defendeu que sejam zerados os tributos incidentes sobre as conexões de IOT (sigla em inglês para Internet das Coisas) como forma de desenvolver este segmento tecnológico. “Ou a gente zera a tributação para IOT usando espectro [eletromagnético] licenciado ou não vamos ter o desenvolvimento deste setor no Brasil. Isso é um fato”, afirmou Menezes, em debate no “Painel Telebrasil 2020.”